As vantagens de um ambiente multicultural #TvNube

COMPARTILHAR
Tempo estimado de leitura: 4 minutos

A promoção da diversidade étnica e cultural no ambiente corporativo não é apenas uma atitude moral. Ela contribui para um desempenho mais produtivo e até lucrativo de toda a organização. Como anda este assunto na sua companhia? Entenda mais sobre o tema para potencializar a sua marca!

Cenário atual

Segundo o relatório do Instituto McKinsey, “Diversity wins: How inclusion matters”, de 2020, a diversidade é um fator-chave para a recuperação das empresas após a crise gerada pela pandemia. Contudo, 73% dos empreendimentos brasileiros não têm essa pluralidade em suas equipes executivas.

É preciso ir na contramão desse cenário. Afinal, a variedade de profissionais traz para as corporações uma visão de mundo diversificada. “Chamamos isso de multiculturalidade, uma força transformadora, pois é acompanhada de benefícios como a melhora nos relacionamentos, o diálogo apreciativo, um melhor engajamento e o upgrade do employer branding”, explica o sócio da Picarelli Consulting, Felipe Picarelli.

De acordo com o estudo “Diversity & Inclusion in the Global Workplace” (em português, D&I – Diversidade & Inclusão no Ambiente de Trabalho Global), conduzido pela Lenovo e pela Intel, 92% dos brasileiros se importam com a multiplicidade no serviço. Além disso, 88% deles levam em conta políticas do tema, nas instituições, quando procuram por emprego.

Nesse sentido, o sentimento de pertencimento, maior comprometimento e lealdade ao empregador são características comuns a funcionários cujo ambiente laboral é mais inclusivo. “Isso representa soluções de problemas de forma mais eficaz, criativa e muito mais rica”, analisa a COO da MCM Brand Experience, Renata Ankowski.

Os efeitos da Diversidade e Inclusão são positivos

Para a COO, esse cuidado com o outro e os detalhes em tomar ações eficazes para propor oportunidades iguais fazem a diferença na correção histórica social. “Inclusive, não só do nosso país, mas do mundo como um todo”, complementa. Dessa forma, alinhados com a expectativa da equipe, o departamento de Recursos Humanos (RH) deve se preocupar em criar esse ambiente mais múltiplo e leve.

Ainda, conforme o levantamento conduzido pela Lenovo e pela Intel, princípios de D&I estão entre as principais medidas pelas quais as corporações devem se preocupar em relação aos seus cooperadores. Isso, ao lado de programas de requalificação, mentoria, horário flexível e auxílio no transporte ao estabelecimento.

Assim, para a head de Recursos Humanos da Daniel Advogados, Bruna Souza, é maravilhoso estar em uma entidade atenta a essas pautas. “Ambientes com esse tipo de prática, geralmente, são espaços com um clima organizacional melhor e ao mesmo tempo uma esfera inclusiva e mais humana para a relação trabalhista”, expõe.

Vários dirigentes e marcas, infelizmente, ainda não conseguem perceber a riqueza das diferenças e quanto isso acrescenta aos negócios. Por isso, acabam reforçando desigualdades de oportunidades. Estamos no caminho, mas precisamos de muitos aliados, energia, tempo e recursos para fortalecer esse movimento.

Afinal, a multiculturalidade é um princípio de gestão e tem gerado um ambiente mais inovador, eficiente, aberto e sem preconceitos. Portanto, os negócios e a sociedade agradecem por isso.

Quebre barreiras e desenvolva sua mente! Então, acompanhe nosso blog e as redes sociais, pois publicamos conteúdos diários com a participação de grandes especialistas. Assista também a nova matéria do programa “Conexão Ilimitada”, da TV Nube!

Como sua empresa lida com esse assunto?

CADASTRE-SE PARA RECEBER INFORMAÇÕES SOBRE NOSSOS CURSOS

Informe o seu nome completo
Informe um número de celular válido
Preencha todos os campos obrigatórios