Confira 4 maneiras de se alimentar bem no inverno sem exagerar

COMPARTILHAR
Tempo estimado de leitura: 3 minutos

Mais frio, mais fome? Especialista do Centro Universitário UniMetrocamp explica por que nosso apetite aumenta tanto nessa época e como driblar as tentações

Todo ano é assim. Basta cair a temperatura e bate aquela vontade danada por comidas mais quentinhas – e, em geral, mais calóricas. Os pratos leves, coloridos e saudáveis do verão perdem um pouco do seu charme e acabamos não só comprometendo o consumo dos nutrientes essenciais, como também ganhando quilinhos indesejáveis ao final da estação. Compreender por que isso acontece e ter à mão dicas úteis para evitar os exageros é a melhor forma de satisfazer a gula sem comprometer a dieta.

“Permanecer aquecido é a meta do nosso organismo, e é por isso que o nosso apetite acaba aumentando nos tempos mais frios, é algo fisiológico”, destaca Érica Blascovi, nutricionista clínica, docente de cursos de graduação e pós-graduação do Centro Universitário UniMetrocamp. “A principal questão é que, ainda que a gente gaste mais energia para manter a temperatura corporal agradável, esse aumento não é tão grande a ponto de nos permitir consumir tantas calorias a mais, então o ideal é fazer escolhas certas para aliar conforto à saúde”, diz a especialista. “O equilíbrio é a premissa básica para a boa nutrição em qualquer estação do ano, não há exatamente proibições, mas ainda que as baixas temperaturas nos façam sonhar com cobertas e guloseimas, elas precisam ser consumidas com moderação”.

Confira quatro dicas valiosas da especialista do Centro Universitário UniMetrocamp para driblar as tentações:

  1. Invista nas sopas – “São excelentes opções, por muitos motivos. O primeiro deles envolve o fato de serem consumidas quentes, o que nos ajuda na missão de elevar a temperatura corporal. Outra vantagem é garantir a ingestão de vegetais, que muitas vezes diminui nesta época do ano pela menor aceitação de saladas frias. Legumes diversos podem ser incluídos na receita e até mesmo as verduras contribuem para deixar a sopa ainda mais saborosa e nutritiva. Alimentos proteicos como carnes, ovos e grãos completam a preparação, contribuindo com nosso sistema imunológico por meio das proteínas”, explica Érica. 
  1. Aproveite os legumes de maneira mais criativa – “Se você é do time que acha que ‘sopa não sustenta’ e evita vegetais crus nos dias frios, procure consumi-los cozidos, refogados, assados, em forma de purê ou até mesmo inseridos em preparações como arroz à grega e massas”.
  1. Agregue mais sabor às receitas – “Capriche nos temperos naturais para incrementar seus pratos, como alho, cebola, ervas diversas e condimentos. São ingredientes que contribuem para manter o corpo saudável e mais resistente a gripes e resfriados”, ressalta a nutricionista.

4. Faça trocas inteligentes – “Se a vontade de comer algo mais calórico for grande, procure adaptar a receita para torná-la mais nutritiva. Fondues, que são bem populares nessa época do ano, são bons exemplos: o de queijo pode ser feito com cream cheese e outras versões magras e ser consumido com pão integral e vegetais. Já o de chocolate pode ser feito com creme de leite e chocolate 70% cacau, ou mesmo o de carne pode contar com cortes magros e molhos à base de creme de ricota, vinagrete, entre outros”, conclui Érica.

CADASTRE-SE PARA RECEBER INFORMAÇÕES SOBRE NOSSOS CURSOS

Informe o seu nome completo
Informe um número de celular válido
Preencha todos os campos obrigatórios