CONHEÇA COMO FUNCIONA A FACULDADE DE MEDICINA NO DIA A DIA

COMPARTILHAR
Tempo estimado de leitura: 11 minutos

Seguir carreira médica é o grande sonho de muitos estudantes que se dedicam intensamente para passar no vestibular e ingressar no Ensino Superior. No entanto, antes de dar o importante passo de escolher esse curso tão concorrido, é interessante entender como funciona a faculdade de Medicina no dia a dia.

Afinal, essa é uma graduação complexa, que exige bastante esforço por parte do universitário diante dos desafios enfrentados ao longo do curso. Além disso, assim como nas demais profissões da área da saúde, a formação é indicada para pessoas com um determinado perfil.

Diante disso, preparamos este post com o objetivo de ajudar você a compreender como funciona a faculdade de Medicina e descobrir se tem o perfil ideal para apostar nesse curso. Acompanhe!

O que se estuda no curso de Medicina?

Medicina é a profissão que estuda o corpo humano em sua integridade e como é mantida a sua saúde, conhecendo as diversas doenças, transtornos e condições que podem alterar o equilíbrio do organismo e comprometer o bem-estar dos pacientes.

Por conta disso, a grade curricular do curso inclui disciplinas teóricas e práticas que visam entender o funcionamento do corpo e a ação de agentes patógenos, assim como a capacidade de mutação e de malformação congênita.

Essa formação busca oferecer conhecimentos sólidos para preparar o aluno de Medicina para ter autonomia na atuação com a prevenção de doenças e a recuperação da saúde dos pacientes.

Quais são as características da graduação em Medicina?

Com 6 anos de duração, o curso de Medicina é voltado à formação de profissionais que se dedicam aos cuidados necessários para a prevenção de doenças e restauração da saúde e do bem-estar das pessoas. Além de ser uma graduação mais longa — outros cursos duram entre 4 e 5 anos —, ela apresenta outra característica diferenciada: aulas em horário integral.

Isso significa que, em vez de frequentar a faculdade apenas no turno da manhã, da tarde ou da noite, você pode ter aulas em qualquer um desses horários. Assim, é preciso ter uma boa disponibilidade de tempo, pois terá muitas aulas em turnos variados e ainda vai precisar estudar nas horas vagas para absorver todos os conteúdos do curso.

Abaixo, listamos algumas disciplinas que fazem parte da grade curricular da faculdade de Medicina:

  • Anatomia;
  • Biomorfologia;
  • Clínica Cirúrgica;
  • Doenças Infecciosas e Parasitárias;
  • Emergências Médicas;
  • Epidemiologia;
  • Farmacologia Médica;
  • Fisiopatologia;
  • Imunologia Médica;
  • Microbiologia Médica;
  • Oncologia e Hematologia;
  • Parasitologia Médica;
  • Patologia Geral;
  • Psicologia Médica;
  • Saúde da Criança e do Adolescente;
  • Saúde da Família;
  • Saúde da Mulher;
  • Saúde do Idoso;
  • Saúde Mental.

Como é possível perceber a partir dessa lista de disciplinas, a graduação oferece uma formação generalista, isto é, que aborda diversos campos de estudo. Por isso, uma das vantagens de cursar Medicina é justamente a possibilidade de, após a formatura, escolher uma das muitas especialidades disponíveis para direcionar a carreira por meio das residências médicas.

E Entertainment GIF by E! - Find & Share on GIPHY

Outra vantagem importante é o amplo leque de locais nos quais se pode trabalhar, tanto no setor público quanto no privado, incluindo hospitais, clínicas, consultórios e centros de pesquisa. Para isso, no entanto, é necessário que o profissional esteja registrado no Conselho Federal de Medicina — a falta desse registro caracteriza exercício ilegal da profissão.

Como funciona a faculdade de Medicina?

Na prática, os 6 anos da graduação são divididos em 3 ciclos, cada um com 2 anos de duração. A seguir, abordamos os principais aspectos dessas etapas para você entender melhor como funciona a faculdade de Medicina.

Ciclo básico

Os primeiros 2 anos do curso são compostos principalmente de disciplinas teóricas, com o objetivo de introduzir os estudantes no mundo da Medicina. De modo geral, elas são voltadas para o funcionamento do corpo humano, abordando conteúdos como os que são vistos nas aulas de Biologia do Ensino Médio, mas de forma muito mais detalhada.

Matérias como Anatomia, Biomorfologia e Microbiologia fazem parte do ciclo básico, mas disciplinas como Patologia Geral — que estuda as doenças — também estão incluídas na grade curricular. Além disso, podem ser realizadas visitas às Unidades Básicas de Saúde (UBS) e aulas práticas em laboratórios da instituição de ensino, os quais devem estar muito bem equipados para atender às necessidades do curso.

Ciclo clínico

O terceiro e o quarto ano da faculdade de Medicina são chamados de ciclo clínico. Nessa fase, os estudos sobre as doenças continuam, mas de forma ainda mais profunda. O objetivo é entender suas causas, a maneira como podem afetar o corpo humano e quais são as formas de tratamento disponíveis.

O ciclo clínico é focado na preparação para lidar diretamente com as pessoas, o que coloca os estudantes em contato com pacientes em consultórios e ambulatórios conveniados à instituição de ensino. Esse também é o momento de aprender a analisar os resultados de exames e interpretar os relatos a fim de chegar a um diagnóstico.

Internato

O último ciclo da graduação em Medicina, que se refere ao quinto e ao sexto ano do curso, recebe o nome de Internato. Ele é composto de estágios obrigatórios que precisam ser feitos em várias áreas de atuação do futuro médico, como Clínica Cirúrgica, Clínica Médica, Saúde da Criança, da Mulher, do Idoso e da Família, entre outras especialidades.

Quando chegar à fase do Internato, você também vai começar a dar plantões em hospitais, tendo a chance de atender situações de emergência, realizar procedimentos como suturas e até mesmo auxiliar em partos. Tudo isso, é claro, sob a supervisão de profissionais consolidados em suas áreas.

Qual é o perfil do estudante de Medicina?

Ao estudar Medicina e se tornar um bom profissional, é importante ter interesse genuíno em ajudar os pacientes a recuperarem a saúde e o bem-estar. Nesse tipo de trabalho que exige tanta proximidade com as pessoas, outras características essenciais são a facilidade na comunicação, para estabelecer uma boa relação médico-paciente, além da empatia, para saber respeitar as dores e dificuldades de cada indivíduo.

No perfil do estudante de Medicina também não pode faltar o gosto pelos estudos, pois se trata de um curso longo e complexo, cujo conteúdo deve ser assimilado com o máximo de precisão. Essa mesma aptidão é útil ao longo da carreira, porque um bom médico precisa estar sempre atualizado, acompanhando as novidades da área, o que exige a leitura constante de publicações especializadas.

Quais são as áreas de atuação da Medicina?

Uma das principais vantagens de fazer um curso na área da saúde é o fato de que existe uma grande variedade de opções de atuação para se especializar e trabalhar. Conhecê-las é uma forma de descobrir uma especialidade para seguir durante a residência médica, caso você pretenda atuar em outras áreas, além da Clínica Geral.

As especialidades mais comuns de Medicina são:

  • Cardiologia — área dedicada à saúde cardiovascular do paciente;
  • Cirurgia Geral — tem o trabalho voltado para a realização de procedimentos cirúrgicos, invasivos e não-invasivos;
  • Dermatologia — cuida da saúde e bem-estar da pele, cabelos, unhas e mucosas;
  • Geriatria — destina-se aos cuidados com as necessidades de saúde de pessoas da terceira idade;
  • Ginecologia — foca na saúde do sistema reprodutor feminino;
  • Medicina da Família — trabalha em comunidade, dando atenção à saúde e bem-estar de todos os membros de uma família;
  • Neurologia — atua na prevenção, diagnóstico e tratamento de doenças que afetam o sistema nervoso;
  • Oftalmologia — cuida da saúde dos olhos e do sentido da visão;
  • Oncologia — dedica-se à prevenção e tratamento de diferentes tipos de câncer;
  • Ortopedia — especialidade relacionada aos cuidados com os músculos, ossos e ligamentos; 
  • Pediatria — tem foco nos cuidados com o público infantojuvenil;
  • Psiquiatria — trata da saúde mental dos pacientes e dos transtornos que afetam o bem-estar psicológico;
  • Urologia — cuida do trato urinário e dos órgãos de reprodução masculinos.

Quanto custa em média o curso de Medicina?

A princípio, é fundamental ressaltar que a mensalidade do curso de Medicina varia de acordo com a instituição de ensino e com a estrutura oferecida pelo curso, como laboratórios e materiais. Desse modo, para saber valores exatos, você vai precisar entrar em contato com o local para consultar informações mais precisas.

No entanto, é possível dizer que a maioria das instituições de ensino cobram, em média, R$ 6.000,00 por mês. Mas você pode encontrar cursos de Medicina com mensalidades que ultrapassam R$ 10.000,00.

Além de pensar em quanto custa uma faculdade de Medicina, vale considerar os gastos com materiais, como jaleco, estetoscópio, otoscópio, oxímetro e livros, sem contar os custos com transporte e alimentação.

Quais são os desafios de cursar Medicina?

Como visto, o curso de Medicina oferece diversos desafios aos alunos. Para saber se você, de fato, quer passar por eles, nada melhor que conhecê-los!

Vestibular concorrido

O primeiro desafio de se tornar um médico se encontra ainda antes de ingressar no Ensino Superior. Como Medicina é um curso que oferece muitas vantagens de carreira, o vestibular é muito concorrido e, por isso, apresenta uma nota de corte alta.

Desse modo, vai ser necessário criar um bom plano de estudos e se dedicar intensamente para conseguir passar no vestibular de Medicina. Além disso, tenha em mente que nem sempre você vai conseguir a aprovação de primeira e que isso não é apenas por falta de estudo, mas pela ampla concorrência diante da limitação de vagas.

Rotina exaustiva

Como a graduação em Medicina é feita de modo integral, você provavelmente vai passar mais tempo na instituição de ensino do que em sua própria casa. Além disso, existe o período de dedicação extraclasse aos conteúdos e atividades da faculdade. Isso faz com que a rotina do estudante seja cansativa e com poucas horas livres.

Conteúdo sensível

Seja nas aulas de Anatomia, seja nos ciclos clínico e de internato, o aluno de Medicina tem contato com sangue e cadáveres. Quem tem sensibilidade a esse tipo de conteúdo pode sentir um desconforto muito grande nessas aulas e na prática da Medicina.

Dedicação intensa

Um profissional formado em Medicina precisa ter muitos conhecimentos sobre o corpo humano e as patologias, e isso envolve ter que aprender diversos conteúdos ao longo da graduação e da especialização. Desse modo, para dar conta da demanda, é preciso se dedicar intensamente aos estudos e lidar com cansaço mental e rotina corrida.

Quais são as vantagens de cursar Medicina?

No entanto, assim como em todas as carreiras, a Medicina não apresenta apenas desafios. A seguir, queremos falar das principais vantagens de optar por esse curso!

Ajudar pessoas

Essa é uma das vantagens que mais se destaca. Medicina é uma profissão que se dedica inteiramente a ajudar pessoas. Isso faz com que o trabalho do profissional impacte diretamente na saúde dos pacientes, podendo marcar a vida deles positivamente.

Por mais que os salários de Medicina sejam muito atrativos, uma das maiores recompensas da profissão é saber que você pode, com o seu trabalho, trazer benefícios para a saúde e o bem-estar de uma pessoa.

Várias áreas de atuação

Como visto, existem diversos segmentos para atuar em Medicina, fato que aumenta as chances de encontrar a área ideal para você seguir. Além disso, é possível fazer residência médica em até dois nichos, aumentando as possibilidades de atuação.

Bom retorno financeiro

Se você está se perguntando quanto ganha um médico, saiba que o retorno financeiro é muito positivo. Sendo uma das profissões mais bem pagas do país, um profissional de Medicina formado tem média salarial de R$ 8.575,85, enquanto um residente recebe em torno de R$ 3.259,00. No entanto, esse valor varia de acordo com a especialidade médica, região e experiência.

Reconhecimento profissional

Outro ponto forte da profissão é que um médico tem um grande reconhecimento na sociedade, devido às suas funções, sendo outra das recompensas mais fortes de cursar Medicina. Agora que você já sabe como funciona a faculdade de Medicina, é hora de intensificar os estudos a fim de garantir a vaga nessa graduação. Por fim, vale a pena ressaltar que é fundamental escolher uma instituição de ensino renomada para ter acesso a uma formação de excelência. Desse jeito, você vai concluir o curso com o preparo necessário para enfrentar sem medo os desafios dessa profissão tão importante na sociedade.

CADASTRE-SE PARA RECEBER INFORMAÇÕES SOBRE NOSSOS CURSOS

Informe o seu nome completo
Informe um número de celular válido
Preencha todos os campos obrigatórios