O que é resiliência? #TVNube

COMPARTILHAR
Tempo estimado de leitura: 4 minutos

A resiliência é definida como a propriedade dos corpos em voltarem à sua forma original, depois de terem sofrido deformação ou choque. É a capacidade de quem se adapta às intempéries, alterações ou infortúnios. Portanto, sua importância para qualquer profissional fica clara sem a necessidade de mais explicações. Se ficou em dúvida, leia mais agora!

No atual cenário de recrutamento, ganham mais destaque os perfis comportamentais em relação ao técnico. Isso porque os headhunters e as corporações perceberam o quanto as hard skills são mais fáceis de ensinar em comparação com as soft skills. A tendência é observada em diferentes áreas.

Segundo especialistas, aquelas pessoas com uma visão mais holística e com atitudes chaves para o ambiente organizacional, como essa abordada na matéria, passam a ser mais valorizadas, pois conseguem melhorar o desempenho financeiro das empresas.

Sendo assim, o nosso tema é bem importante e vale uma observação! Jorge Penillo, palestrante e mentor de liderança e carreira, explica um erro comum: “não confunda resiliência com resistência, pois o primeiro está relacionado à flexibilidade e o segundo à solidez”.

Conheça cinco das habilidades mais valorizadas no mercado para 2021, listadas pelo blog Solides:

  1. Capacidade de trabalhar em ambiente virtual

O trabalho em ambiente virtual já foi bastante exigido no último ano, pois as adversidades impostas pela pandemia ressignificaram as engrenagens do meio corporativo. Nesse sentido, os profissionais precisaram se adaptar a essa nova condição. Com isso, as relações passaram a acontecer exclusivamente on-line

Assim, quem se saiu bem em conciliar uma rotina a distância, participando de videochamadas e apresentações virtuais, têm boas chances de se destacar nesse novo normal. Vale lembrar! Mesmo com a chegada da vacina contra a Covid-19, especialistas apostam na permanência do home office

  1. Colaboração e trabalho em equipe

Trabalhar em equipe, mesmo a distância, nunca foi tão importante. Ações como ensinar, apoiar e ouvir darão ênfase às relações formais. Dessa forma, a mentalidade de coach, ou seja, saber ouvir, ter empatia, demonstrar coragem e colaborar para resolver problemas, facilmente vai te destacar. 

  1. Resiliência e adaptabilidade

Obviamente, o nosso tópico principal não ficaria de fora dessa lista. É de conhecimento geral o quanto o mercado impõe desafios e pressão, certo? Dessa maneira, é essencial se recompor e permanecer “intacto” e produtivo diante das dificuldades. Por isso, as organizações desejam ter em seus quadros aquelas pessoas dispostas a superar obstáculos, persistir e seguir adiante. 

  1. Empatia e inteligência emocional

O exercício de se colocar no lugar do outro para compreendê-lo é chamado de empatia. Ela é fundamental para gerir as equipes e o relacionamento com clientes em situações onde é preciso negociar ou ouvir reclamações. Trata-se de uma qualidade bem-vinda na vida pessoal e executiva, devendo ser praticada por todos, mas principalmente pelos gestores. 

Os líderes devem saber reconhecer as particularidades de cada membro do time, perceber seus problemas e limitações. Para isso, é preciso ter inteligência emocional e essa é outra soft skill muito valorizada, pois a  hierarquia não pode estar acima da humanidade. 

  1. Comunicação

Na sua empresa, todos falam o mesmo idioma e isso significa se comunicar bem, correto? Errado! A boa comunicação no ambiente de trabalho vai mais além. Para funcionar, as ideias devem ser bem transmitidas e interpretadas da maneira exata. 

Assim, seja no diálogo interno ou externo, com fornecedores, clientes e parceiros, o diálogo precisa fluir. Dessa forma, se você souber ouvir, escrever bem e se comportar adequadamente nas diferentes situações do cotidiano, estará cotado para ter uma carreira de sucesso. 

CADASTRE-SE PARA RECEBER INFORMAÇÕES SOBRE NOSSOS CURSOS

Informe o seu nome completo
Informe um número de celular válido
Preencha todos os campos obrigatórios