Tabela de vacinação: qual é a previsão da vacina para Covid-19

COMPARTILHAR
Tempo estimado de leitura: 5 minutos

A chegada da vacina para a covid-19 no Brasil trouxe, finalmente, alívio para milhões de brasileiros que aguardam sua vez na tabela de vacinação. 

Contudo, o assunto ainda deixa muitas dúvidas, principalmente pela falta de uma tabela de vacinação padronizada, visto que cada estado adotou uma estratégia diferente

Assim, para esclarecer alguns pontos desse tema tão urgente, juntamos as principais informações que você precisa saber sobre a imunização contra a covid-19. Confira e fique por dentro!

Quais as vacinas contra Covid-19 estão sendo aplicadas no Brasil?

No Brasil, até agora, temos três vacinas sendo utilizadas no Programa Nacional de Imunizações (PNI), órgão responsável pela distribuição dos imunizantes. 

Desse modo, entre as vacinas, há a CoronaVac, produzida pelo Butantan com insumos desenvolvidos pela biofarmacêutica chinesa Sinovac. Esse imunizante é aplicado em duas doses, que devem ter um intervalo maior de 21 dias para maior eficácia, segundo um estudo realizado pelo Instituto Butantan

Temos também a vacina desenvolvida pela empresa AstraZeneca em parceria com a universidade de Oxford, a qual é aplicada em duas doses, com um intervalo de três meses entre uma dose e outra. 

Por fim, temos o imunizante da Pfizer em parceria com o laboratório BioNTech. Apesar de inicialmente ser aplicado em duas doses com um intervalo de três semanas, pesquisas recentes apontam que o intervalo de 12 semanas garante uma maior eficácia dessa vacina. 

No entanto, é preciso ressaltar que todas as vacinas citadas têm eficácia comprovada. Assim, as diferenças entre elas são apenas em relação às técnicas de produção, ao armazenamento e ao intervalo entre as doses. 

A imagem contém uma senhora tomando vacina após sua idade ser liberada de acordo com a tabela de vacinação.
É importante atentar-se quanto à tabela de vacinação de covid-19 para não perder a sua chance!

Quantas pessoas foram vacinadas no Brasil?

Segundo o portal oficial do Ministério da Saúde, até agora foram distribuídas mais de 100 milhões de doses de vacinas contra a covid-19 em todo o Brasil. Além disso, o vacinômetro também indica que mais de 70 milhões de brasileiros já receberam a vacina. 

Dentre esses, temos cerca de 48 milhões de pessoas (23,13% da população) que receberam a primeira dose, e cerca de 22 milhões (10,83% da população) que já tomaram a segunda dose da tabela de vacinação. 

Mas, se quiser saber especificamente sobre a quantidade de doses distribuídas e aplicadas em sua região, fique de olho no mapa de vacinação. Além disso, não se esqueça de verificar também a tabela de vacinação atualizada do seu município ou estado!

Qual vacina foi mais aplicada no Brasil até o momento? 

A relação da quantidade de vacina mais aplicada no Brasil varia conforme a tabela de vacinação e o número de doses distribuídas. 

Por exemplo, em maio deste ano, a AstraZeneca superou a CoronaVac, sendo a relação de 7 vacinas de AstraZeneca para um total de 10 vacinas aplicadas. 

Contudo, dados recentes do Localiza SUS mostram que as porcentagens de doses aplicadas por vacina são: 

  • 57,4% CoronaVac; 
  • 39,6% Astrazeneca;
  • 3,0% Pfizer. 

Sendo assim, atualmente a CoronaVac é a vacina mais aplicada no Brasil.

Qual é o intervalo entre a vacina da covid e a da gripe?

Com o início da campanha de vacinação contra a gripe ocorrendo concomitantemente à vacinação contra a covid-19, muitos ficam em dúvida se devem ou não tomar ambas as vacinas

Segundo o Ministério da Saúde, a vacina contra a gripe é extremamente importante, então deve ser tomada mesmo com todas as complicações da atual pandemia. 

Contudo, o órgão afirma que a população deve tomar antes a vacina contra a covid-19 e aguardar, no mínimo, 14 dias para tomar a vacina influenza. Por isso, ficar atento quanto à tabela de vacinação é importante para definir um distanciamento seguro entre as datas.

Tabela de vacinação no Brasil

Como dito anteriormente, não há uma tabela de vacinação nacional padronizada. Assim, cada estado está organizando seu calendário de vacinação de acordo com as necessidades da região.

Além disso, também há a gestão dos próprios municípios, os quais, até agora, liberam de forma mensal as datas de vacinação e os grupos etários ou prioritários a serem vacinados. 

Como exemplo, abaixo temos a tabela de vacinação do estado de São Paulo com as datas atualizadas. Confira:

TABELA DE VACINAÇÃO DO ESTADO DE SÃO PAULO 
DATASGRUPOS ETÁRIOS
16 a 22 de junho50 a 59 anos
23 a 29 de junho43 a 49 anos
30 de junho a 14 de julho40 a 42 anos
15 a 29 de julho35 a 39 anos
30 de julho a 15 de agosto30 a 34 anos
16 a 31 de agosto25 a 29 anos
1 a 15 de setembro18 a 24 anos

Portanto, não deixe de consultar a agenda de vacinação da sua região e fique atento às atualizações dos sites oficiais e portais de notícias.

Para te ajudar, abaixo disponibilizamos os sites de cada estado com todas as informações necessárias sobre a tabela de vacinação. Mas, lembrando, consulte também o site da prefeitura do seu município. 

Agora que você já tem uma previsão de quando tomará a vacina contra covid-19, o que acha de compartilhar esse conteúdo com alguém que você conheça e também deseja saber as datas de vacinação contra covid-19?

CADASTRE-SE PARA RECEBER INFORMAÇÕES SOBRE NOSSOS CURSOS

Informe o seu nome completo
Informe um número de celular válido
Preencha todos os campos obrigatórios