Tipos de inteligência: você conhece o seu?

COMPARTILHAR
Tempo estimado de leitura: 6 minutos

A ideia de que existem diversas competências além do raciocínio lógico-matemático foi anunciada pelo psicólogo Howard Gardner e gerou grande impacto no âmbito pedagógico. Os estudos do pesquisador realizados na década de 1980 mostraram que existem 7 principais tipos de inteligência.

É importante ter em mente que todas as variações são válidas e não existe uma que é mais importante do que a outra. Até porque, em um mundo complexo e competitivo, a maioria das profissões demanda o uso simultâneo de vários tipos de inteligência.

Pensando nisso, preparamos este artigo para você conhecer e saber identificar os principais tipos de inteligência existentes. Boa leitura!

Brain Neuroscience GIF by University of California

Quais são os tipos de inteligência?

A mente humana é muito complexa e diversa, por isso existem inúmeros campos de estudo dedicados a entender seu funcionamento. A Teoria das Inteligências Múltiplas, elaborada por Gardner, foi pioneira e abriu espaço para outras competências cognitivas serem consideradas pelos pesquisadores.

Cada tipo de inteligência reúne características específicas e todas as pessoas apresentam habilidades nos diferentes tipos. No entanto, é comum que os traços de um ou dois tipos se sobressaiam aos demais. Conheça os principais tipos de inteligência a seguir:

Inteligência linguística

É a capacidade de expressão por meio da palavra, seja ela falada ou escrita. É o tipo mais comum, e as pessoas em que essa inteligência predomina tendem a ser boas comunicadoras e a ter mais facilidade em aprender outras línguas. Além da alta expressividade, esses indivíduos também têm um elevado grau de sensibilidade e atenção para entender pontos de vistas alheios.

Inteligência lógico-matemática

A inteligência lógica se manifesta pela capacidade de desenvolver raciocínios dedutivos, com foco em cálculos matemáticos e pensamentos racionais. Também são pessoas organizadas e disciplinadas.

Quem tem esse tipo de inteligência bem desenvolvido costuma ter uma mente mais metódica e gosta de resolver problemas complexos de aritmética e lógica, por meio da divisão em questões menores que levam à resposta final.

Inteligência motora

Sabe aquelas pessoas que têm excelente noção de distância, espaço e profundidade, a ponto de realizar movimentos complexos com precisão e facilidade? Esse talento é a inteligência motora — ou corporal-cinestésica —, que representa a habilidade de coordenar o corpo com a mente.

Indivíduos com essa competência têm alta consciência corporal, reconhecendo suas limitações e capacidades físicas, boa linguagem corporal e aptidão manual.

Inteligência espacial

Definida pela percepção apurada do mundo visual, as pessoas que desenvolveram a inteligência espacial são capazes de enxergar em três dimensões e manipular imagens. Com isso, elas são muito criativas e apresentam habilidades gráficas, além de uma imaginação muito fértil.

Quem tem essa habilidade gosta de pintar, desenhar ou trabalhar com imagens, tem alto senso de direção e gosta de jogos e atividades que envolvam labirintos e quebra-cabeças.

Inteligência musical

Esse tipo de inteligência está na capacidade de identificar e compreender timbres, ritmos, tons e outros elementos relacionados ao som. A capacidade permite que a pessoa crie, reconheça e reproduza componentes sonoros com facilidade, além de perceber sons que normalmente outros indivíduos não notariam.

Inteligência interpessoal

A inteligência interpessoal é a habilidade de compreender e se relacionar com outras pessoas de forma efetiva. Essa aptidão envolve a sensibilidade e atenção para notar os sentimentos, o humor e o temperamento de outros indivíduos, bem como a facilidade em entendê-los.

Esse tipo de inteligência também envolve a capacidade de liderar e implica na facilidade em se fazer entender diante de outras pessoas.

Inteligência intrapessoal

Por outro lado, a inteligência intrapessoal é a capacidade de conhecer a si mesmo, respeitando seus próprios desejos, sentimentos, motivações e limitações. Essa habilidade consiste no autoconhecimento capaz de mudar planejamentos para a vida. Isso provoca também um maior respeito e apreciação pela condição humana.

Por que indicam sucessos diferentes no vestibular?

Pessoas diferentes têm necessidades distintas. Ao longo dos anos, o ensino tradicional atendeu apenas a alguns tipos de aprendizagem e inteligência específicos. Mas isso vem mudando com o surgimento de novas estratégias e metodologias, como é o caso do Ensino Digital e das adaptações no ensino presencial.

Os vestibulares, principalmente o Enem, também estão se adaptando às novas necessidades dos estudantes. Em algumas faculdades, as notas finais dos exames variam de acordo com o perfil de cada curso. A graduação em Ciências Biológicas, por exemplo, pode dar mais peso à nota da prova de Ciências da Natureza e Suas Tecnologias.

Leia Mais: Saiba usar a nota do Enem para passar em medicina

Por isso, vale a pena entender em qual área você tem mais facilidade, pois isso contribui para o sucesso no vestibular — e na carreira. Antes, os profissionais considerados “fora da curva” ficavam, muitas vezes, em segundo plano na competição pelas melhores vagas. Hoje, o mercado de trabalho valoriza e incentiva características e habilidades diferentes, o que faz com que aumentem as oportunidades nas profissões do futuro.

Como saber o seu tipo de inteligência?

Existem diversos testes na internet que ajudam a descobrir qual tipo de inteligência predomina em você. Eles consideram algumas características da sua personalidade e com quais áreas do conhecimento você apresenta maior facilidade.

Também é possível fazer um acompanhamento com um profissional, como o psicólogo. Ele tem as ferramentas ideais para incentivar o seu autoconhecimento. Dessa forma, você recebe um resultado mais preciso.

De forma simples, é possível associar algumas ações que você tenha facilidade com o tipo de inteligência:

  • encontrar as palavras certas para se expressar: inteligência linguística;
  • fazer e provar hipóteses: inteligência lógico-matemática;
  • coordenar seu corpo e sua mente: inteligência motora;
  • ver o mundo em 3D: inteligência espacial;
  • diferenciar ritmos, sons, tons e timbres: inteligência musical;
  • entender os desejos e objetivos das pessoas: inteligência interpessoal;
  • entender as motivações e os sentimentos das pessoas: inteligência intrapessoal.

É importante ressaltar que os indivíduos com um tipo de inteligência podem trabalhar suas habilidades e desenvolvê-las, passando a apresentar, também, características de outros tipos. Essas segmentações não são limitantes, mas servem para nos fazer identificar nossos pontos fortes e fracos.

Big Bang Theory Brain GIF

Não é exagero afirmar que os tipos de inteligência são complementares e devem estar envolvidos no cotidiano de estudantes e profissionais. É importante entender que você tem domínio sobre as suas competências e tem a responsabilidade de aprimorá-las.

CADASTRE-SE PARA RECEBER INFORMAÇÕES SOBRE NOSSOS CURSOS

Informe o seu nome completo
Informe um número de celular válido
Preencha todos os campos obrigatórios