As 8 melhores dicas para construir um roteiro de estudos

COMPARTILHAR
Tempo estimado de leitura: 6 minutos

Garantir um bom desempenho na faculdade depende de bastante dedicação aos estudos. Isso significa que é preciso reservar momentos para se dedicar às matérias da graduação quando você estiver em casa. Nesse sentido, é importante se organizar, criando um roteiro de estudos que proporcione mais produtividade.

Estabelecer metas é bastante importante na hora de iniciar.

Um roteiro de estudos é um cronograma organizado que descreve os tempos voltados a cada disciplina e suas metas de aprendizado. Assim como no trabalho, você deve ter um horário semanal para estudar mais as matérias difíceis e rever os conteúdos já vistos, para fixá-los na memória.

Quais são as 8 melhores formas de criar roteiros de estudo em casa?

1. Crie uma lista de tudo que deve ser feito na semana

Seu roteiro de estudos deve ser feito semanalmente, conforme as atividades que precisa cumprir. Então, faça uma lista com as tarefas de cada disciplina, conteúdos a serem revistos, trabalhos a preparar, exercícios, provas, entre outros. Colocar seus deveres no papel ajudará você a ter uma ideia melhor do que realmente necessita fazer.

2. Estabeleça metas de curto e longo prazo para o estudo

Será mais fácil criar e gerenciar seu roteiro de estudos, se você souber quais são seus objetivos. Isso porque nem todas as tarefas da faculdade são para a mesma semana. Existem trabalhos maiores, por exemplo, que precisam ser divididos em partes ou avaliações mais exigentes, demandando mais tempo de preparo. Então, as metas são importantes para identificar as áreas nas quais precisa se concentrar e quando.

3. Cheque o cronograma de cada disciplina

Normalmente, os professores enviam aos alunos um cronograma com o que será estudado ao longo do bimestre ou semestre. Semanalmente, confira o planejamento da disciplina e veja se há alguma orientação pré-aula, como ler textos ou cumprir alguma atividade online, que servirá de apoio para os encontros com o professor.

LEIA TAMBÉM: O QUE ESTUDAR PARA PASSAR EM MEDICINA EM 2021

4. Separe as prioridades

Priorizar sua lista de tarefas ajuda você a decidir quanto tempo deve se dedicar a cada disciplina ― especialmente naquelas em que seu desempenho precise, porventura, de um reforço acadêmico. Além disso, dedique seus momentos mais produtivos às atividades e estudos que possam ser mais cansativos, para aproveitar seu ânimo.

5. Crie janelas de estudo

Assim como as aulas da faculdade são divididas em horários, faça o mesmo com seu roteiro de estudos em casa. Selecione tempos específicos para cada disciplina e procure seguir sempre o mesmo horário. Uma rotina regular e definida pode ajudar você a entrar em uma mentalidade de estudo e tornar isso um hábito mais rapidamente.

6. Crie tempos curtos de estudo

Estudar por longas horas sem parar é totalmente improdutivo. Então, ao criar as janelas de estudo, procure dividir suas tarefas em períodos de no máximo 50 minutos ou uma hora, incluindo pausas.

7. Lembre-se de fazer pausas

Intercalar tempos de estudos com pausas é essencial para revigorar as energias e fazer seu cérebro descansar (veja mais abaixo, quando falaremos sobre a Técnica Pomodoro). Aproveite esses tempos para alongar-se, hidratar-se e descansar sua mente. Isso manterá seu cérebro fresco e ajudará a evitar sobrecarga.

8. Reajuste seu roteiro de estudos conforme necessário

Flexibilidade é a chave para um roteiro de estudos produtivo, até porque cada semana é diferente. Além disso, pode ser que nem todo o planejado funcione realmente, então não há problema em fazer alterações.

Como eu posso melhorar ainda mais minha organização para estudar em casa?

Além de ter um roteiro de estudos bem estruturado, para que ele realmente funcione é preciso considerar o principal ator nisso tudo: você. Sim, existe aí alguém de carne e osso, com emoções, personalidade, um relógio biológico e uma maneira pessoal de desempenhar suas atividades.

Por isso, confira essas dicas de organização e ferramentas para estudar em casa de maneira mais eficaz!

Registre seu roteiro de estudos em um planner

Para não se perder, registre todas as informações do seu roteiro de estudos em um planner. Preferencialmente, escolha um que permita uma visualização fácil e rápida. Você pode, por exemplo, utilizar modelos em papel, como quadros e cadernos, ou digitais.

Deixe seus arquivos digitais na nuvem

Para não perder nenhum de seus arquivos ou ter o acesso limitado a um PC ou notebook, adote os serviços de nuvem. Com uma simples conta de e-mail, você pode ter todo seu material online, inclusive com alterações salvas automaticamente, evitando perdas. Por meio desses sistemas, é possível acessar suas informações de qualquer dispositivo.

Utilize a técnica Pomodoro de gerenciamento de tempo

A técnica Pomodoro de gerenciamento de tempo tem o objetivo de dar mais eficiência a quem procura melhorar sua produtividade nas tarefas pessoais e profissionais. Consiste em trabalhar com foco total em blocos de 25 minutos, seguidos por intervalos de 5 minutos. Depois da quarta sessão, faça uma pausa de 20 minutos.

Conheça seu tipo de aprendizagem

Seu tipo de aprendizagem guia a maneira como você aprende e influencia a sua performance. Ele representa internamente a maneira como você se lembra das informações e até de suas palavras preferidas. Por exemplo:

  • visual (espacial) — usa imagens, desenhos e ocupa espaços;
  • auditivo — identifica-se com sons;
  • verbal — prefere palavras, tanto na fala quanto na escrita;
  • cinestésico — gosta de usar as mãos, construir, sentir;
  • matemático — utiliza lógica, raciocínio e sistemas;
  • social — aprecia aprender em grupo ou com alguém específico;
  • solitário intrapessoal — tem preferência por trabalhar/estudar sozinho.

Desenhe mapas mentais

Para entender conceitos, fórmulas e fatos importantes, os mapas mentais são esquemas visuais de suas ideias, organizados em torno de um pensamento central. Basta pegar o assunto principal e, em seguida, organizar suas anotações a partir desse ponto. A fim de deixá-las mais visuais, abuse de cores, formas geométricas, setas, diagramas etc.

Adote a mnemônica

Mnemônico é uma técnica para auxiliar a memorização de informações importantes. Lembra-se das músicas e das piadas do cursinho de vestibular? Você pode inventar rimas, acrônimos, imagens, melodias, contornos ou qualquer outro símbolo que ative sua memória.

Agora é sua vez. Não perca tempo e comece a elaborar seu roteiro de estudos agora mesmo. Você sentirá uma diferença gritante no uso do tempo e perceberá o quanto aprender ficará muito mais fácil. Enfim, é hora de colocar a mão na massa!

CADASTRE-SE PARA RECEBER INFORMAÇÕES SOBRE NOSSOS CURSOS

Informe o seu nome completo
Informe um número de celular válido
Preencha todos os campos obrigatórios