Como a gameterapia ajuda na recuperação pós-COVID

COMPARTILHAR
Tempo estimado de leitura: 3 minutos

O novo método terapêutico com uso de videogames e realidade virtual tem sido utilizado pela clínica de fisioterapia do UniMetrocamp, em Campinas. Professores e pacientes relatam resultados bastante satisfatórios 

Incentivar todas as partes do corpo é um dos principais objetivos da fisioterapia, principalmente na recuperação de casos clínicos mais graves, como em pacientes de pós-COVID-19. Por isso, os profissionais buscam novas possibilidades terapêuticas para não só melhorar o aspecto físico, mas também para ampliar a eficácia e trazer mais motivação ao longo do tratamento. E assim chega a gameterapia, prática que utiliza videogames e realidade virtual para a reabilitação e tem se tornado cada vez mais popular. Em Campinas, o Centro Universitário UniMetrocamp tem utilizado as tecnologias na clínica de fisioterapia, com resultados bastante positivos em pessoas que contraíram o novo coronavírus, sofreram complicações e necessitam de cuidados redobrados na recuperação. 

A professora e coordenadora do curso de Fisioterapia, Alice Bella Lisbôa, explica o funcionamento do método e destaca algumas razões que levam ao melhor desempenho em comparação às técnicas convencionais. 

“O ambiente virtual gera impactos positivos na motivação do paciente e faz com que ele treine com mais frequência e por um período maior. O feedback fornecido pelos jogos constrói e reforça a sua motivação e aceleram a sua recuperação, além de contribuir para a assiduidade e adesão nas sessões. O uso do vídeo game e da realidade virtual compõe a sessão da fisioterapia após a avaliação usual e através dos distúrbios observados, o fisioterapeuta traça as condutas de acordo com cada disfunção. Com a realidade virtual é possível fazer a simulação de uma situação real, ajudando nas atividades de vida diária com estímulos motores e cognitivos pelo uso do videogame”, diz.

De acordo com a coordenadora, os benefícios observados nos pacientes que já passaram pela gameterapia reforçam a importância da fisioterapia na recuperação e diminuição das sequelas. “Em casos de problemas cardiovasculares e afecções do sistema respiratório, a gameterapia contribui para melhora do condicionamento cardiovascular, reexpansão pulmonar, controle de peso e sedentarismo. E a realidade virtual tem sido usada até para estimular o fortalecimento da musculatura pélvica e controle da incontinência urinária”, completa. 

Atendimento gratuito
O serviço gratuito de fisioterapia respiratória e motora do Centro Universitário UniMetrocamp é prestado às pessoas com sequelas da COVID-19 no Núcleo Integrado Interdisciplinar de Saúde (NIIS) da instituição, mediante agendamento prévio telefone (19) 4501-2781 ou pelo endereço de e-mail poscovid.unimetrocamp@gmail.com. Todas as pessoas agendadas também terão acompanhamento nutricional durante o tratamento. Seguindo todos os protocolos de segurança sanitária, o uso de máscara continua obrigatório. Todos devem  manter o distanciamento de dois metros durante as sessões. 

Conheça o curso de Fisioterapia do UniMetrocamp aqui.

CADASTRE-SE PARA RECEBER INFORMAÇÕES SOBRE NOSSOS CURSOS

Informe o seu nome completo
Informe um número de celular válido
Preencha todos os campos obrigatórios