O que estudar para passar em Medicina em 2021?

COMPARTILHAR
Tempo estimado de leitura: 6 minutos

De início pode ser difícil se organizar para saber o que estudar para passar em Medicina. Como o vestibular aborda diversos assuntos, é natural se sentir perdido em relação a como começar e no que focar mais.

Uma maneira de ajudar a melhorar a sua organização e a montar um cronograma eficiente é saber direcionar bem os seus estudos para otimizar o aprendizado. Para incentivar você nessa importante jornada, separamos os principais tópicos das disciplinas com maiores pesos no vestibular de Medicina. Acompanhe o post e confira!

Algumas disciplinas podem ajudar a alcançar uma nota ainda maior no vestibular.

Principais disciplinas para quem quer ser aprovado em Medicina

A maior dificuldade do vestibular de Medicina é a grande procura pelo curso que, consequentemente, faz com que a nota de corte seja bem alta. Essa concorrência é normal, tendo em vista que a profissão oferece ótimas oportunidades de carreira e apresenta muitas vagas no mercado de trabalho. No entanto, como as universidades não conseguem atender a todas essas requisições, é necessário aplicar uma prova para selecionar os alunos.

Nos processos seletivos, como o Enem ou vestibular próprio da universidade, existem algumas disciplinas cujas notas têm um peso maior que as outras para Medicina, que são aquelas que compreendem às Ciências da Natureza e Redação. Afinal, essas são competências necessárias para o curso e ter conhecimento sobre esses assuntos vai fazer com que o aluno tenha menos dificuldade em sua graduação.

Por isso, para ajudar você a saber o que estudar para passar em Medicina durante a sua preparação para o vestibular, separamos os temas mais relevantes de cada uma das matérias mais importantes para a prova. Confira!

LEIA TAMBÉM: 8 DICAS PARA ESTUDAR À DISTÂNCIA

Química

Química é a ciência que estuda a natureza da matéria. Como nosso organismo funciona, principalmente, por meio de reações químicas, essa é uma matéria fundamental para um futuro aluno de Medicina.

No vestibular, assuntos que muito provavelmente serão cobrados são: Estequiometria, Química Orgânica, Funções Inorgânicas e Eletroquímica. Por isso, priorize esses temas nos seus estudos, a fim de acertar mais questões relacionadas a eles.

De Estequiometria, é fundamental saber balancear as equações, entender como funciona o cálculo, além de compreender as Leis de Conservação de Massa e das Proporções Constantes. Assim, será possível calcular a quantidade de matéria, a massa molar de um elemento, dentre outras características de uma reação química.

Já Química Orgânica é a base dos sistemas biológicos. Como seres constituídos majoritariamente por hidrocarbonetos, compreender as demais funções orgânicas, saber identificá-las e as suas nomenclaturas são outras habilidades essenciais. Da mesma forma, é importante dominar os compostos inorgânicos, que dizem respeito aos ácidos, bases, sais e óxidos.

Para compreender melhor esse assunto, é indispensável estudar as Funções Inorgânicas, pois são por meio delas que os elementos apresentam diferenças de eletronegatividade e, consequentemente, podem fazer interações que transformam energia química em elétrica e vice-versa. Nesse caso, não deixe de estudar as reações de oxirredução, pilhas e eletrólise.

Física

A Física é outra matéria bastante relevante no vestibular e ter um bom desempenho nessa prova é uma vantagem para você, tendo em vista que muitos alunos têm dificuldade nessa área. Primeiramente, é fundamental ter uma boa compreensão matemática dos assuntos, assim como entender as medidas do Sistema Internacional de Unidades (SI) e as suas conversões.

Depois disso, noções de Dinâmica são indispensáveis. Para isso, compreenda bem as três Leis de Newton, assim como os conceitos de força, energia e trabalho. Esses temas também são aplicados nas relações elétricas entre os átomos, conhecidas como Eletrodinâmica.

Outro tema interessante de dominar e que será importante para o curso é Ondulatória. É por meio dela que ocorrem fenômenos como a luz e o som — e tudo o que deriva deles. Frequência, espectrometria, refração, reflexão e efeito Doppler são alguns dos tópicos que você precisa ver.

Biologia

Para Biologia, Citologia, Histologia e Fisiologia são conceitos indispensáveis. Entender mais sobre as organelas celulares, os principais tecidos que compõe o corpo humano e como se constituem os sistemas que mantêm o organismo em funcionamento é fundamental para se sair bem no vestibular e não ter dificuldade nas primeiras matérias do curso de Medicina.

Além disso, noções de Ecologia são essenciais, pois se trata de um tema muito cobrado em qualquer vestibular. A interação do homem com o meio ambiente, relações ecológicas, nicho ecológico, ciclos biogeoquímicos, ecossistemas e biomas são assuntos que merecem atenção.

É importante dar atenção também à união das disciplinas de Química com Biologia. A Bioquímica estuda as moléculas que tornam possível a vida, como lipídios, proteínas, carboidratos, ácidos nucleicos (DNA e RNA), entre outros.

Redação

Por fim, mas não menos importante, temos a Redação. Ela compõe uma grande porcentagem da sua nota final e ter uma boa pontuação nessa prova é imprescindível para passar em Medicina. A boa notícia é que, com algumas técnicas e muita prática, é possível conseguir se sair bem nessa etapa.

Primeiramente, é importante entender qual é o tipo de redação cobrada no seu vestibular. No Enem, por exemplo, é solicitada uma dissertação argumentativa. Nesse caso, é necessário seguir algumas estruturas indispensáveis para o texto, como a tese, o desenvolvimento e a conclusão.

Além disso, os avaliadores não consideram apenas o conteúdo escrito, mas também a gramática, a coesão e a coerência do texto. São muitos detalhes que podem passar despercebidos, e por isso o recomendado é fazer, pelo menos, uma redação por semana para pegar a prática. Se possível, procurar uma correção para apontar os erros que você cometeu é essencial para dominar a escrita.

É importante ressaltar também que não é possível ter um bom desempenho no vestibular se você apenas estudar essas disciplinas, mas não dar atenção às demais que são cobradas — no caso, Linguagens, Matemática, Geografia, História, Sociologia e Filosofia.

Cometer esse erro pode gerar um desequilíbrio no número de acertos e comprometer a sua nota final. Por isso, faça o possível para estudar tudo o que você precisa, porém, priorizando o que é mais importante.

Agora que você sabe o que estudar para passar em Medicina, o que está esperando para dar início à sua rotina de estudos? Lembre-se que um planejamento estratégico é indispensável para que você consiga ver todos os assuntos necessários, sem deixar o descanso e a vida pessoal de lado.

CADASTRE-SE PARA RECEBER INFORMAÇÕES SOBRE NOSSOS CURSOS

Informe o seu nome completo
Informe um número de celular válido
Preencha todos os campos obrigatórios