O que fazer para manter o Equilíbrio Emocional?

COMPARTILHAR
Tempo estimado de leitura: 3 minutos
UniMetrocamp em Parceria com a Nube

Equilíbrio emocional e sucesso na carreira nunca estiveram tão atrelados. Ainda mais com o atual cenário de pandemia, quando boa parte das empresas adotaram o home office e trouxeram seu trabalho para dentro de casa. Portanto, um bom equilíbrio é uma ótima ferramenta para contribuir na carreira, no convívio social e familiar. Você sabe identificar se já o possui? Acompanhe nossa TV Nube!

Um dos grandes desafios na atualidade é lidarmos com nosso emocional. Diante de tantas situações pelas quais passamos, desenvolver o equilíbrio não representa, apenas ter soft skills, mas sim uma necessidade corrente para enfrentar e superar os mais diversos obstáculos.

Vivemos tempos de constantes e rápidas mudanças, desafios são superados com a mesma velocidade de seu surgimento. Anteriormente, era necessário ter um bom currículo, experiência na área de atuação e alta competência técnica para dar o primeiro passo de sucesso. Porém, atualmente, existem novos requisitos sendo exigidos.

O que as companhias esperam

As corporações esperam maturidade de seus líderes e funcionários, principalmente, para lidar com as situações complexas. Uma pessoa desequilibrada certamente terá comportamentos inadequados. Por exemplo: agir impulsivamente, ficar paralisada frente a um problema, tomar decisões emocionais e não racionais, sem a avaliação realista dos fatos, e criar conflitos entre os outros prejudicando o clima organizacional.

Em termos práticos, a falta de moderação prejudica diretamente a produtividade, o desempenho e o desenvolvimento profissional. Contudo, como manter a harmonia frente às adversidades e pressões? Segundo Iara Bertão, especialista em autoconhecimento, é preciso entender a presença das emoções sobre quem somos, pois são de nossa natureza. Portanto, elas não vão “sumir” das nossas vidas, ou seja, não adianta negá-las ou evitá-las, mas sim conhecê-las e controlá-las. 

Conheça a si mesmo

Aprender a entender nossas reações emocionais é de fundamental importância para o exercício de controle próprio. Buscar o autoconhecimento é o primeiro passo para encontrar formas assertivas de administrá-las. Isso irá facilitar o seu convívio e desenvoltura em todos os âmbitos. “Reconheça o seu valor e a si mesmo, repercutindo para todas as áreas da sua vida. Inclusive na profissional”, afirma, Iara.

Os benefícios são inúmeros e será perceptível por todos a sua volta. “Dentro da companhia você começará a admirar mais as pessoas, reconhecer o esforço delas, vivendo de forma mais leve e com uma ótica mais tranquila”, conclui a especialista. Diante de situações adversas, com clareza e foco, você enxergará melhores alternativas, alcançando a consciência, calma e ponderação.

Impactos na sua saúde

Tudo isso pode se estender na sua saúde prevenindo a depressão e ansiedade, filtrando pensamentos negativos, dando abertura a relacionamentos mais saudáveis e te mantendo mais disposto e motivado. Quer saber como desenvolver a constância emocional? Separamos algumas dicas:

CADASTRE-SE PARA RECEBER INFORMAÇÕES SOBRE NOSSOS CURSOS

Informe o seu nome completo
Informe um número de celular válido
Preencha todos os campos obrigatórios