Três dicas para não entrar em frias com promoções do Dia do Consumidor

COMPARTILHAR
Tempo estimado de leitura: 4 minutos
Jovem casal fazendo compras na internet deitados juntos na cama da casa
Confira três dicas do professor Alberto Guerra

Muita calma nessa horas: Ofertas para lembrar a data se tornam mais comuns a cada ano ao longo do mês de março, mas é preciso atenção para garantir as melhores compras

O Dia Mundial do Consumidor, comemorado em 15 de março, é o mote perfeito para o comércio fazer promoções especiais e homenagear os clientes. Nos últimos anos, se tornaram cada vez mais comuns as ofertas e liquidações nessa época. Em 2021, por conta da pandemia, esse movimento deve acontecer, majoritariamente, no ambiente online. Pesquisa do Centro Universitário UniMetrocamp, realizada logo após a última Black Friday, em outubro, mostrou que 80% dos consumidores que fizeram compras virtuais no período de isolamento social pretendiam continuar usando esses canais regularmente, incluindo WhatsApp, Instagram e outras redes sociais, como lives, sites e aplicativos de entrega. Mas, assim como na famosa liquidação anual, nem tudo que reluz é ouro.

“O Dia do Consumidor é uma data comercial do calendário do varejo que vem ganhando cada vez mais relevância, com grande destaque para o e-commerce desde o ano passado, por conta das restrições impostas pela pandemia”, ressalta o professor e coordenador dos cursos de Negócios do Centro Universitário UniMetrocamp, Alberto Guerra, mestre e pesquisador sobre varejo e consumo e autor do livro Black Friday no Brasil. “Mas, assim como em todas as grandes liquidações ou períodos de promoções, é preciso avaliar com calma se o que está sendo ofertado é realmente vantajoso”, recomenda. “É comum que as pessoas se deixem levar pelo impulso e acabem esquecendo de considerar pontos importantes, como o patamar real de desconto, valores de frete, garantia, condições de devolução, juros embutidos em parcelamentos, entre outros”, aponta o especialista. 

Confira três dicas do professor Alberto Guerra para não cair em frias e aproveitar melhor as promoções do Dia do Consumidor:

  1. Pesquise bem e com alguma antecedência o produto ou serviço que deseja adquirir, observando a variação de preços. Existem inclusive diversas ferramentas e sites na internet que fornecem o histórico de preços dos produtos nos últimos meses. 
  1. Fique atento às formas de pagamento. Boa parte dos lojistas concedem descontos extras, em geral de 5% a 12%, para pagamento à vista ou no boleto, então vale a pena avaliar qual a opção mais vantajosa, lembrando sempre de verificar o montante de juros embutidos em parcelamentos.
  1. É importante o consumidor prestar atenção à cobrança do frete. Muitas vezes, o preço do produto é atrativo, mas o fornecedor se encontra em outro estado e o frete encarece o valor final da compra. Ou seja, na conta final, se perde toda a vantagem do desconto oferecido.

Sobre o Dia Mundial do Consumidor

O Dia Mundial do Consumidor foi comemorado pela primeira vez em 15 de março de 1983, mas a escolha da data teve como inspiração um discurso feito pelo presidente norte-americano John Kennedy lá nos idos de 1962, neste mesmo dia do mês. Durante suas palavras, Kennedy ressaltou que todo consumidor tem o direito fundamental à segurança, à informação, à escolha e a ser ouvido. Em 1985, a ONU incluiu os Direitos do Consumidor nas Diretrizes Gerais das Nações Unidas, conferindo legitimidade e reconhecimento internacional. No Brasil, o Código de Defesa do Consumidor (CDC) foi estabelecido em 11 de setembro de 1990 pela Lei nº 8.078/1990 e entrou em vigor em 11 de março de 1991, como resultado da mobilização de diversos movimentos em defesa do consumidor. Seu objetivo é estimular e fortalecer as relações de consumo saudáveis. 

CADASTRE-SE PARA RECEBER INFORMAÇÕES SOBRE NOSSOS CURSOS

Informe o seu nome completo
Informe um número de celular válido
Preencha todos os campos obrigatórios