Curso de Medicina Veterinária: por que você deve fazê-lo?

COMPARTILHAR
Tempo estimado de leitura: 5 minutos

Cada vez mais as pessoas procuram, e até mesmo preferem, a companhia dos animais. Aliás, os pets não são apenas tratados como bichos de estimação, e sim como filhos, membros de valor inestimável para milhares de famílias. Esse cenário cria, portanto, uma ótima oportunidade para quem tem interesse em fazer um curso de Medicina Veterinária. 

Afinal o mercado é estável e em constante expansão. Para se ter uma noção, segundo o censo de Educação Superior, apenas em 2018, 11.907 estudantes se formaram em Medicina Veterinária no Brasil.

Apesar do que é amplamente divulgado pelo senso comum, o médico veterinário não cuida apenas de animais domésticos. Na verdade, existem várias especialidades e áreas de atuação para esse profissional, bem como um mercado de trabalho expressivo. Então, vamos conhecer mais um pouco sobre essa carreira promissora? 

Como é o curso de Medicina Veterinária?

O curso de Medicina Veterinária tem duração de 5 anos, tempo em que o aluno se forma como bacharel, pronto para atuar no mercado de trabalho. Assim, devido às necessidades da área, o aluno tem muito contato com laboratórios e aulas de campo, com o objetivo de conseguir moldar seus conhecimentos a partir da união entre estudos práticos e teóricos. 

Como grande parte das graduações, o aluno do curso de Medicina Veterinária também deve realizar um estágio obrigatório na área, a fim de complementar sua grade curricular e obter a primeira experiência no mercado de trabalho – um ótimo momento para também fazer contatos profissionais. 

Já em relação às disciplinas, a faculdade de veterinária promove uma grade curricular que atende a todas as áreas de atuação da Medicina Veterinária, possibilitando que o aluno trabalhe em pet shops, hospitais e clínicas, fazendas, casas de agropecuária etc. 

Dessa forma, enquanto profissional formado, o médico veterinário pode exercer sua função em, por exemplo:

  • clínicas veterinárias especializadas em animais domésticos e/ou silvestres;
  • conservação de espécies, trabalhando para preservar a diversidade da fauna brasileira; 
  • pesquisas voltadas para o melhoramento genético, produção de vacinas, clonagem, etc. 

Enfim, são inúmeros os campos de atuação do médico veterinário, e todos com grandes oportunidades de crescimento profissional. 

É preciso fazer Medicina para ser veterinário? 

Não! Para se tornar médico veterinário, é preciso concluir a faculdade de Medicina Veterinária – que nada tem a ver com a faculdade de Medicina, como muitos tendem a confundir. 

Além da graduação completa, para atuar como médico veterinário, o profissional também deve ter registro no Conselho Regional de Medicina Veterinária (CRMV), órgão responsável por fiscalizar e regulamentar as atividades relativas à Medicina Veterinária. 

A imagem contém um profissional formado no curso de Medicina Veterinária, em um viveiro de porcos, segurando uma seringa.
O curso de Medicina Veterinária habilita o profissional a tratar de animais de todas as espécies!

Quais são as matérias do curso de Medicina Veterinária?

A grade curricular da faculdade de veterinária conta com disciplinas variadas, além das aulas de laboratório e de campo já mencionadas, passando desde Anatomia de Animais Domésticos até estudos de animais silvestres e de grande porte. Dentre elas, podemos citar, por exemplo:

  • Embriologia Veterinária;
  • Farmacologia;
  • Nutrição Animal;
  • Tecnologia de Produtos de Origem Animal;
  • Genética Animal;
  • Ciências moleculares e celulares;
  • Anestesiologia veterinária 
  • Doenças infecciosas 
  • Bovinocultura, suinocultura e caprinocultura 
  • Patologia Veterinária;
  • Clínica Cirúrgica Veterinária;
  • Clínica Médica.

Percebe-se que as disciplinas são majoritariamente voltadas para as áreas de Biologia, Química e Exatas, mas o curso de Medicina Veterinária também conta com algumas matérias voltadas para as Humanidades, como Ética Veterinária. 

Por que fazer o curso de Medicina Veterinária?

Além do amor e dedicação aos animais que caracteriza o perfil do médico veterinário, o mercado de trabalho dessa área é muito convidativo. Isso porque, mesmo diante de diversas crises, esse setor continua em crescimento, não sendo afetado, o que garante muita estabilidade e oportunidades ao profissional.

Para se ter uma noção, de acordo com um estudo realizado pela Euromonitor International, o Brasil é o segundo país com o maior mercado de produtos de pets, com 6,4% de participação global.

Assim, esse setor movimenta bilhões por ano, principalmente agora no contexto pandêmico em que os números de adoção de pets aumentaram consideravelmente.

Além disso, o médico veterinário também pode atuar no agronegócio, que corresponde a um dos maiores setores do Brasil. Para se ter uma ideia, o agronegócio, em 2018, representou 21% de todo PIB do país

Diante desse cenário muito oportuno, milhares de estudantes se interessam pelo curso de Medicina Veterinária. Inclusive, no período entre 2017 e 2020 houve um aumento de 35,9 mil profissionais.

Atualmente, estima-se que o Brasil tenha 154,9 mil  médicos veterinários, e esse mercado só tende a crescer. A média salarial também é atrativa, podendo até mesmo chegar a R$ 9 mil mensais. Assim, não há dúvidas de que o médico veterinário faz parte das profissões mais bem sucedidas!

Conhece alguém que também tem interesse no curso de Medicina Veterinária? O que acha de compartilhar este conteúdo com essa pessoa?

CADASTRE-SE PARA RECEBER INFORMAÇÕES SOBRE NOSSOS CURSOS

Informe o seu nome completo
Informe um número de celular válido
Preencha todos os campos obrigatórios