Por que fazer uma pós em Engenharia?

COMPARTILHAR
Tempo estimado de leitura: 7 minutos

A Engenharia ainda é considerada uma área de destaque para quem caminha pelos campos relacionados às Exatas, mas segue cada vez mais concorrida. Nesse contexto, fazer uma pós em Engenharia é uma possibilidade a mais de ter destaque frente a outros profissionais.

Com o aumento do número de profissionais dispostos a encarar o desafio de um diploma de dinheiro, o mercado caminha rumo à saturação, o que não permite oportunidades para todos. Por isso, fazer uma pós-graduação em Engenharia pode ser uma ferramenta essencial para destacar-se e ficar mais perto do sucesso profissional. 

Além disso, um estudo realizado pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) previu uma carência de profissionais para essa virada do século. Essa carência, no entanto, diz respeito mais aos profissionais qualificados. Por isso, este é mais um motivo para investir na pós em Engenharia.

Confira agora mais detalhes sobre quando e por que fazer uma pós-graduação em Engenharia, além das vantagens.

Quando fazer uma pós-graduação?

A pós-graduação pode ser considerada uma fase de investimento pessoal. É o momento especial para voltar-se a necessidades internas que não foram totalmente satisfeitas durante a graduação, e que, caso sejam atendidas com a pós, podem levar a um outro patamar profissional. 

No entanto, muitos profissionais temem o momento da pós-graduação. Isso acontece por entenderem que ela pode entrar em conflito com a dedicação ao trabalho.

Entretanto, ela pode representar novas, e melhores, oportunidades profissionais. É quando é preciso rever as prioridades que foram atendidas até aqui, e ter um pensamento a longo prazo

Por fim, fazer uma pós em Engenharia não pode ser sinônimo de desvantagens, já que é uma etapa que só tem a acrescentar no currículo. E escolhê-la pode ser o momento de abrir mão do que não faz mais sentido – e de provar a si mesmo de que o amadurecimento profissional chegou.  

Por que escolher uma pós em Engenharia? 

Um dos principais motivos para escolher uma pós-graduação em Engenharia está na própria característica da área. Afinal, estamos falando de um dos campos do conhecimento mais completos para o desenvolvimento acadêmico e profissional. 

Saiba a seguir quais são os principais motivos para escolher essa pós.

Conhecimentos fundamentais e atuais

Ao fazer uma pós-graduação em Engenharia, é possível ter contato com conhecimentos fundamentais, e aqui mais aprofundados, na área das Ciências Exatas, tais como Matemática, Física e Química.

Os principais programas na área, estando atentos às tendências do mercado e do nosso cotidiano, oferecem matérias fundamentais. Essas matérias vão preparar o profissional para desafios como, por exemplo, os ligados às Ciências de Dados e ao desenvolvimento de tecnologias.

Formação do senso crítico

Além disso, a pós-graduação em Engenharia também assume o papel de formar o senso crítico do profissional. Isto porque é uma etapa de estudos em que, mais do que desenvolver novas habilidades, e vai ter a oportunidade de refletir sobre o papel da sua profissão na sociedade.

A pós em Engenharia representa, assim, a possibilidade de o profissional entrar em contato com disciplinas que vão abordar questões comportamentais sobre o que significa ser um engenheiro. 

Ou seja, um convite para pensar na profissão dentro do todo. Disciplinas como Administração e Gestão de pessoas, por exemplo, ajudam o profissional a capacitar-se a trabalhar com outras pessoas e em equipe. A pós em Engenharia é, portanto, uma formação que tem tudo para ser completa.  

A imagem contém uma estudante de pós em Engenharia, anotando seus aprendizados em papéis, com um notebook aberto à sua frente e um projeto físico de Elétrica ao seu lado.
Fazer uma pós em Engenharia amplia os horizontes do engenheiro no mercado de trabalho!

Vantagens de fazer uma pós em Engenharia

Sabendo dos motivos gerais que tornam a pós-graduação em Engenharia uma boa ideia, apresentamos as suas vantagens. Tais vantagens só reforçam a importância que essa fase pode ter para o desenvolvimento acadêmico e profissional. Confira:

  • Contato com o mercado, ou networking: Na pós em Engenharia, outros profissionais podem ajudar você a construir uma base de apoio durante a pós-graduação. Ao mesmo tempo, durante ou após a pós, esses profissionais podem levar você a novas oportunidades, apresentando-o às suas empresas ou aos seus gestores.
  • Destaque no mercado:  Um profissional com um diploma de pós-graduação assume o seu lugar como especialista, recebendo valor do mercado, e o leva a cargos com melhores salários.
  • Bonificação salarial: Para quem já tem um emprego, a especialização é uma prova que o profissional está investindo na sua carreira, o que pode levá-lo a galgar cargos superiores no seu trabalho.
  • Realização: O profissional sairá com a sensação de que poderá investir na sua carreira e no seu crescimento profissional. 

Quais as modalidades de pós mais comuns?

Após a graduação,encontramos dois tipos de pós-graduação: as chamadas stricto sensu, e as latu sensu.

Quando nos referimos às stricto sensu, são as pós-graduações que voltam-se para o meio acadêmico, ou seja, envolvem pesquisa e um tempo maior de formação. As pós em stricto sensu dividem-se em mestrado e doutorado. Elas podem ter duração de 18 a 24 meses(no caso dos mestrados), e de 24 a 42 meses(em programas de doutorado). 

O profissional que opta por esse caminho pode seguir no mercado, mas estará dentro de uma pós-graduação que vai priorizar o refinamento crítico sobre vários conceitos da Engenharia e que, portanto, podem levar a outras possibilidades profissionais, como o ensino em universidades. 

Já as especializações, ou lato sensu, ocorrem em um período de tempo menor (de 12 a 18 meses), e voltam-se para ao mercado. São ideais para os profissionais que querem especializar-se em determinado tema da Engenharia, oferecendo um curso rápido, mas completo, para os objetivos mercadológicos de quem escolhe essa categoria de pós-graduação. 

Vale a pena fazer a pós em Engenharia?

Ao fazer uma pós em Engenharia, um profissional que já tenha a graduação na área vai poder se especializar em temas de interesse com os quais já entrou em contato antes, durante a faculdade ou nos primeiros anos do mercado. 

Assim, ao decidir dar um passo a mais e buscar a pós-graduação em Engenharia, haverá um contato mais próximo ao que antes já interessava.

Ao mesmo tempo, o tempo de dedicação para o aperfeiçoamento acadêmico também é um diferencial quando o assunto é o desenvolvimento de habilidades profissionais. Afinal, ter disciplina e foco para os estudos é uma capacidade que também é esperada pelo mercado ou para a prática profissional. 

E, para quem vem de áreas correlatas, a pós em Engenharia pode representar um diferencial no currículo, ao chamar a atenção para a personalidade inovadora e visionária que o profissional tem.

Por ter escolhido um campo que não é exatamente o que está no seu diploma de graduação, mas que tem tudo a ver com a carreira que busca desenhar, a pós em Engenharia pode trazer a este profissional novas perspectivas para a empresa que for contratá-lo. 

Ao dedicar-se para a pós-graduação em engenharia, portanto, o profissional também colocará à prova sua capacidade de reinventar-se e de ter zelo pelo cumprimento dos próprios objetivos e metas – habilidades que, adiante, também vão ser pontos a mais para a obtenção de cargos de destaque.

Agora que você já sabe quais os motivos para fazer uma pós em Engenharia, o que acha de compartilhar este conteúdo com seus colegas?

CADASTRE-SE PARA RECEBER INFORMAÇÕES SOBRE NOSSOS CURSOS

Informe o seu nome completo
Informe um número de celular válido
Preencha todos os campos obrigatórios