Tecnologia na medicina: quais os avanços?

COMPARTILHAR
Tempo estimado de leitura: 6 minutos

O domínio tecnológico tem alcançado os mais variados meios e contextos, e na Medicina isso não seria diferente. Assim, combinando os preceitos das duas áreas, a tecnologia na Medicina mostra avanços significativos no atendimento ao paciente, no desenvolvimento de tratamentos mais eficazes, na gestão de instituições de saúde. Enfim, são inúmeros os benefícios dos avanços tecnológicos na Medicina. 

Mas o que, de fato, é tecnologia na saúde? E qual é a sua influência na forma como se faz Medicina?  Para entender melhor o funcionamento da conjunção entre essas áreas, a seguir detalharemos os conceitos, a importância e os benefícios da tecnologia na Medicina. 

O que é tecnologia aplicada à saúde?

Pode-se dizer que ciência, tecnologia e Medicina são domínios que caminham juntos. Isso porque os avanços medicinais dependem, indissociavelmente, das descobertas científicas e, consequentemente, dos avanços tecnológicos.

A partir desse preceito, define-se tecnologia aplicada à saúde como todos os processos, mecanismos, produtos, técnicas, ferramentas e sistemas desenvolvidos para promover soluções médicas mais eficientes e melhorar a qualidade de vida dos pacientes. Além disso, a tecnologia na Medicina também visa otimizar os processos de atendimento e de cuidado com o paciente.

Em poucas palavras, a tecnologia aplicada à saúde busca a promoção da saúde de forma otimizada, eficiente e inteligente. Como exemplo inicial, podemos citar a criação de vacinas que erradicaram doenças que já fizeram milhares de vítimas no passado.

Parece distante pensar que a gripe já dizimou milhares de pessoas, não é mesmo? E é justamente por causa da tecnologia aplicada à saúde que cada vez mais melhoramos a qualidade de vida e, por consequência, a longevidade. 

Qual a importância da tecnologia na Medicina?

A tecnologia tem influência em todos os processos da Medicina. Assim, em relação aos cuidados com os pacientes, ela é responsável por melhorar o tratamento, o diagnóstico, a prevenção. Além disso, ela colabora ao desenvolver soluções mais assertivas para cada problema, oferecendo também mais conforto e segurança ao paciente.

Por meio de equipamentos inovadores, permite-se identificar com facilidade possíveis agentes patológicos. Dessa forma, é possível iniciar o tratamento logo no primeiro estágio da doença, utilizando técnicas menos invasivas. 

Da mesma forma, os avanços tecnológicos na Medicina também focam na prevenção, reduzindo, então, o desenvolvimento de doenças para um grau elevado, bem como evitando surtos epidemiológicos. 

Além disso, a tecnologia da Medicina também influencia nos processos de gestão de saúde e atendimento dentro das instituições, com o objetivo de aperfeiçoar a recepção dos pacientes, o cuidado e o trato. No mesmo sentido, também busca deixar o sistema mais eficaz, organizando as tarefas administrativas, controlando a quantidade de insumos e padronizando os procedimentos.  

Quais são as tecnologias usadas na Medicina?

O desenvolvimento de tecnologias aplicadas à Medicina é constante e, ao longo dos anos, surgem inovações cada vez mais eficientes. Entre elas, podemos citar:

Prontuário eletrônico

Em grande parte dos processos de gestão (se não todos), a papelada foi substituída por arquivos eletrônicos, a fim de facilitar o armazenamento e o controle de um número elevado de informações e dados.

Da mesma forma, as fichas médicas em papel foram substituídas por prontuários eletrônicos, registrando digitalmente todos os dados dos pacientes. Essa ferramenta oferece maior agilidade no atendimento médico, bem como facilita o armazenamento das informações e sua integração, facilitando também o acesso e a atualização do processo de atendimento. 

Telemedicina

Como o próprio nome sugere, a telemedicina refere-se ao atendimento de forma virtual e remota. Essa prática tem sido muito utilizada no atual momento pandêmico, visto que evita que o paciente tenha que ir ao hospital e, consequentemente, colocar-se em risco de contágio. 

Além disso, por meio de determinada plataforma, o médico também pode consultar e analisar exames, dando seu parecer sem precisar se deslocar até o paciente ou clínica. 

A imagem contém uma médica usando uma tecnologia na Medicina: o teleatendimento.
A telemedicina transpôs as barreiras da distância, possibilitando um atendimento ainda mais completo.

Impressora 3D

Apesar de parecer ficção ou mágica, a impressora 3D consegue imprimir objetos de forma tridimensional. Na Medicina, por meio da bioimpressão, é possível reproduzir tecidos, vasos sanguíneos, ossos, órteses e próteses ortopédicas e, com o avanço dos estudos, logo poderá produzir órgãos viáveis para transplante. 

Cirurgia robótica assistida

Comandada por um médico especialista, a cirurgia robótica proporciona um procedimento menos invasivo e mais preciso. O mecanismo e a estrutura robótica contam com microcâmeras que permitem visão interna do corpo, gerando imagens claras e facilitando a localização do agente patológico.

Contudo, vale ressaltar que ainda não chegamos no nível de robôs autônomos realizando cirurgias complexas. Na verdade, a cirurgia robótica precisa ser liderada por um médico, o qual é responsável por tomar as decisões e manusear o equipamento.  

Quais os benefícios da tecnologia na Medicina?

Conforme detalhado ao longo deste artigo, os avanços tecnológicos na Medicina trouxeram diversos benefícios em todos os processos que envolvem o sistema de saúde. 

Em um primeiro momento, temos uma gestão mais otimizada e eficiente, com todas as informações armazenadas digitalmente e com um sistema de atendimento melhorado que acompanha o paciente desde sua recepção até o pós-consulta. Da mesma forma, a tecnologia na Medicina permite uma integração mais próxima entre paciente e médico, proporcionando também um tratamento mais personalizado e humanizado

Além disso, também há uma maior exatidão das técnicas cirúrgicas, que possibilita uma maior precisão nas intervenções médicas, e, consequentemente, há uma redução considerável de possíveis erros ou acidentes.

Não podemos deixar de citar também que a tecnologia na Medicina é responsável por criar e desenvolver remédios e tratamentos cada vez mais eficazes, melhorando exponencialmente a qualidade de vida dos pacientes. 

Percebe-se, então, que não há Medicina sem inovação. Dessa forma, investir em tecnologia na Medicina é essencial para a promoção da saúde e para o bem-estar da população, considerando que os avanços tecnológicos influenciam diretamente na atuação dos profissionais da saúde e no trato com os pacientes.  

Gostou de saber qual a importância da tecnologia na Medicina? Não deixe de compartilhar este conteúdo nas suas redes sociais!

CADASTRE-SE PARA RECEBER INFORMAÇÕES SOBRE NOSSOS CURSOS

Informe o seu nome completo
Informe um número de celular válido
Preencha todos os campos obrigatórios