8 dicas para processo seletivo em vídeo

COMPARTILHAR
Tempo estimado de leitura: 6 minutos

O processo seletivo digital já é uma realidade no mercado de trabalho. A diferença é que cada empresa escolhe como fazer isso e quais ferramentas tecnológicas quer incluir na seleção de candidatos para as vagas disponíveis. Um exemplo é ter que criar um vídeo de apresentação.

Essa é uma etapa cada vez mais comum para fazer uma avaliação dos interessados pelo cargo, até porque o currículo tradicional não permite ter uma ideia tão próxima da personalidade de cada um e nada melhor do que aproveitar a tecnologia para facilitar essa tarefa.

Pensando nisso, montamos um passo a passo básico para quem precisa lidar com esse desafio e está focado em fazer um bom vídeo! Quer saber quais são as dicas? Acompanhe cada tópico a seguir!

1Qualidade do equipamento

Sua primeira preocupação deve ser garantir a qualidade da gravação para não comprometer o resultado. Logo, é necessário contar com um bom equipamento — que pode ser uma câmera profissional, semiprofissional ou até mesmo um celular que tenha uma boa resolução (de preferência que filme em HD). Lembre-se que é importante captar o áudio e o vídeo.

Outro truque que deve ajudar bastante é ter um tripé para manter a imagem estável. Quem não tiver esse recurso em casa pode montar uma base de apoio (com livros, por exemplo) para conseguir o mesmo efeito. Aliás, também vale pedir todos esses equipamentos emprestados para gravar o seu vídeo de apresentação.

2-Não grave antes de testar o áudio

É claro que os recrutadores querem ver a sua imagem, mas o que você tem a dizer é muito importante. Por isso, o áudio é mais um cuidado que não pode passar despercebido.

Qualquer interferência é capaz de cortar a sua fala e prejudicar o entendimento de quem está assistindo. Portanto, grave alguns testes antes para conferir como fica o áudio e fazer todos os ajustes necessários.

3-Silêncio na hora da gravação

Uma dica que vai complementar a qualidade do áudio é escolher um lugar silencioso para fazer a gravação. Ter um fundo barulhento vai tirar a sua concentração ou da pessoa que vai assistir ao vídeo de apresentação.

4-Se for gravar em casa, opte pelo local e pelo momento com menores chances de perturbações. Peça ajuda dos moradores que dividem o espaço com você, feche as janelas se o ambiente é barulhento, desligue todos os aparelhos ao seu redor e faça o possível para que nada atrapalhe.

5-Tenha uma boa iluminação

Pouco adianta ter uma câmera de altíssima qualidade se você não se preocupar com a iluminação. Esse é um dos segredos para ter uma imagem clara, nítida e agradável. Nesse caso, a melhor recomendação é gravar durante o dia para aproveitar a iluminação natural.

As luzes artificiais também são capazes de produzir um bom efeito, mas é preciso entender um pouco do assunto para isso. Por exemplo, ter uma fonte de luz de um lado só pode causar sombra no outro, assim como a distância correta e o tipo de luz devem fazer toda a diferença.

De qualquer forma, procure ficar de frente para a luz, principalmente se tiver uma boa janela por perto. Deixe a câmera contra a iluminação e receba toda a claridade para iluminar o seu rosto.

6-Dê atenção para a apresentação pessoal

Todos os detalhes que vão aparecer no seu vídeo de apresentação pessoal são importantes, inclusive a sua aparência. Isto é, não dá para aparecer com uma roupa toda amassada ou com a cara de quem acabou de acordar.

Você deve se arrumar como se fosse sair de casa para uma entrevista de emprego presencial, tomando todos os cuidados para estar bem apresentável — cabelo penteado, dentes escovados, trajes adequados, acessórios do dia a dia e vale até investir em alguma maquiagem se isso faz você se sentir melhor.

Pense que essa pode ser a única oportunidade de transmitir sua imagem para o recrutador, logo, dê o seu melhor. Como existem empresas formais e outras mais casuais, o truque é descobrir essa informação antes para saber como você deve se vestir e se portar nesse momento.

É possível usar uma linguagem descontraída? Será que dá para aparecer de camiseta ou é preciso colocar uma roupa formal? Certifique-se sobre tudo isso para reduzir suas chances de erro e aumentar a probabilidade de conseguir um emprego.

7- Treine

Depois de todos os detalhes visuais, comece a preparar a parte ativa da sua apresentação. Na prática, isso é o que você vai falar durante o vídeo e como deve se comportar.

Essa parte depende muito do que foi combinado ou pedido no processo seletivo. Em alguns casos, as empresas mandam um roteiro de perguntas que devem ser respondidas ou de pontos a serem explorados, mas também pode ser que o discurso seja livre para avaliar a criatividade do candidato ao se apresentar para a vaga.

Independentemente da circunstância, a dica é elaborar um texto que sirva como referência para sua fala e treinar esse discurso para que ele saia o mais natural possível. A prática vai ajudá-lo a ficar mais relaxado e espontâneo. Além disso, anote outras recomendações:

  • permaneça com a postura ereta para não parecer relaxado demais;
  • mantenha um semblante agradável e um leve sorriso no rosto;
  • gesticule para não parecer um manequim de loja, mas tome cuidado com movimentos exagerados;
  • demonstre energia na sua voz para afastar a sensação de tédio;
  • evite a repetição de frases prontas em um discurso mecânico, seja criativo e original;
  • olhe para a câmera como se estivesse conversando com o entrevistador do outro lado;
  • seja objetivo e não se alongue demais nas falas.

8-Assista a gravação

Para finalizar e garantir um bom resultado, reveja sua gravação prestando atenção em todos os detalhes. Confirme se o enquadramento está adequado, se o áudio ficou claro e como foi o seu desempenho. Se estiver insatisfeito com alguma coisa, grave mais uma vez ou quantas vezes for necessário até que se sinta contente com o vídeo.

Caso entenda um pouco de edição, utilize seus recursos para melhorar o material. Contudo, tenha muito cuidado para não encher de efeitos desnecessários — a não ser que você esteja se candidatando para um cargo de editor ou relacionado à arte.

No ambiente corporativo, a simplicidade tende a ser valorizada e se você estiver bem ensaiado não será preciso nenhuma modificação.

Enfim, se ainda houver espaço para insegurança, mostre o seu vídeo de apresentação para pessoas conhecidas e peça a opinião delas. Outra ideia é fazer versões diferentes e enviar aquela que for mais bem avaliada. O essencial é que você tenha a certeza de que o material representa exatamente o que deseja passar e fique confiante no seu sucesso!

CADASTRE-SE PARA RECEBER INFORMAÇÕES SOBRE NOSSOS CURSOS

Informe o seu nome completo
Informe um número de celular válido
Preencha todos os campos obrigatórios