Quer saber como estudar para Medicina?

COMPARTILHAR
Tempo estimado de leitura: 16 minutos

Se você ainda tem dúvidas de como começar a estudar para Medicina, veio ao lugar correto! Iniciar os estudos para o vestibular e manter uma rotina saudável não é uma tarefa fácil, por isso é fundamental conhecer algumas estratégias que vão fazer tudo dar certo.

Ao começar o seu preparo para enfrentar uma jornada de estudos para o vestibular de Medicina, é preciso saber que a organização precisa ser a sua nova melhor amiga. Utilizar diversas técnicas capazes de beneficiar o aprendizado também é outro truque fantástico. Além disso, sempre conte com a ajuda da tecnologia, como estudo online, vídeos, plataformas e aplicativos para melhorar o aprendizado.

Quer saber o que fazer para conciliar tudo isso e garantir a sua aprovação na faculdade de Medicina? Então, confira agora mesmo este post cheio de dicas de como ter uma ótima preparação!

Preparação

A preparação é o ponto-chave em qualquer boa organização na rotina de estudos. Dessa forma, conseguir um bom desempenho no vestibular, ainda mais quando se estuda para Medicina sozinho, será natural. É por meio dela que você vai planejar cada passo, conhecer melhor a estrutura da prova, descobrir qual é o conteúdo programático, entre várias outras ações para aprender tudo o que precisa até o dia da prova.

Saber como começar a estudar para Medicina envolve conhecer quais são os principais passos na direção de uma preparação de qualidade e que vai te conduzir à realização dos seus sonhos. A seguir, descubra isso e muito mais!

Organize sua rotina para ter tempo livre

Tempo é algo fundamental no estudo para Medicina. Afinal, é necessário revisar a maioria dos conteúdos ensinados no Ensino Médio que podem cair no vestibular. Desse modo, como encontrar o melhor horário para se dedicar aos estudos?

A primeira coisa a ser feita é analisar como é a sua rotina. Quantas horas você dorme por noite? O que faz pela manhã? Quais são as principais atividades do seu dia? Quanto tempo leva para cuidar da sua alimentação? Quantas horas destina ao seu lazer e para passar com os amigos e a família?

Todas essas considerações devem ser colocadas na ponta do papel a fim de identificar quantas horas por dia poderão ser dedicadas exclusivamente à preparação para o vestibular de Medicina. É com base nelas que você vai preparar o plano de estudos ideal, de modo a ter o melhor desempenho.

Além disso, veja a possibilidade de fazer ajustes em sua rotina. Por exemplo, é necessário passar tanto tempo navegando pelas redes sociais ou procrastinando na cama antes de se levantar? Observe quais são os pontos que fazem com que você perca tempo sem qualidade e utilize essas horas em sua preparação para o vestibular.

Caso não consiga encontrar muitas horas no seu dia para se dedicar aos estudos, mesmo fazendo ajustes na rotina, é importante sempre se lembrar de uma coisa: não é o tempo de estudo que será um indicador de aprendizado, mas o quanto você se dedica. Desse modo, faça o possível e aproveite ao máximo os períodos de aprendizado.

Prepare um espaço exclusivo para os estudos

Decidir o local em que você vai estudar é um ponto muito importante nessa jornada. Um ambiente calmo e confortável é fundamental para se concentrar mais rápido e por muito mais tempo. Ou seja, o lugar onde acontece a sua preparação para o vestibular está diretamente relacionado com a sua produtividade nos estudos.

Ao preparar o espaço de estudos, é fundamental pensar também na sua saúde. Passar longas horas em uma postura desajeitada pode trazer prejuízos em longo prazo à sua coluna. Desse modo, encontre uma mesa e uma cadeira nas alturas adequadas a fim de se sentar confortavelmente.

Veja quais são os materiais que você precisará e providencie-os. Se vai estudar pelo celular ou computador, por exemplo, confira se há tomadas próximas à sua mesa e elimine as chances de distrações, como notificações e abas de redes sociais abertas. Procure ainda cadernos, livros e apostilas que poderão ajudar nesse processo.

Além disso, caso more com outras pessoas, peça a colaboração de cada uma delas para criar um ambiente favorável aos estudos. Veja a possibilidade de fazerem menos barulho nos momentos em que você está estudando e de evitar interromper a sua concentração.

No entanto, se a sua casa for um lugar muito movimentado ou que não tem os materiais e equipamentos necessários para que estude confortavelmente, evitando a procrastinação e as distrações, verifique a possibilidade de ir até outro local. Confira com seus amigos que também estão estudando para o vestibular se é possível estudar em grupo ou aposte nos espaços públicos, como bibliotecas ou locais com acesso à internet.

Comece agora

Feito a organização, é importante começar a pôr tudo em prática. Sabe aquela história de “na segunda eu começo”? Esqueça! O ideal é aproveitar o gás que você conseguiu durante a sua organização para dar início aos seus estudos.

Por exemplo, os ajustes em sua rotina para otimizar o seu tempo podem começar a ser feitos antes mesmo de ter organizado os materiais que precisará usar para estudar. Assim, é possível se acostumar com os novos horários e facilitar o período de adaptação.

Tenha em mente que quanto mais cedo começar a se dedicar aos estudos, maiores serão as chances de se sentir confiante no dia da prova, pois terá a certeza de que teve a melhor preparação que poderia ter. Desse modo, inicie já!

Execução

Agora que já vimos como começar a estudar para Medicina e quais são os primeiros passos necessários em sua preparação, chegou a hora de entender o que deve ser feito para pôr em prática a rotina de estudos.

Confira algumas dicas valiosas de como criar o hábito de estudar e manter o equilíbrio no dia a dia!

Tenha um cronograma de estudos

O cronograma de estudos para passar em Medicina é um guia do que é preciso aprender e quando estudar cada um dos temas. Por isso, é imprescindível conferir o conteúdo programático dos vestibulares que pretende fazer. Trata-se dos assuntos que podem ser cobrados na prova. Desse modo, é possível saber quais conteúdos são fundamentais para estudar e quais não precisam ser vistos, poupando tempo em sua rotina.

Após saber quais são os conteúdos, tente separar as disciplinas a serem estudadas a cada dia. Além disso, intercale os temas visando facilitar o seu aprendizado. Por exemplo, se o primeiro horário está reservado aos assuntos de Física, deixe os próximos para temas mais leves, como História ou Filosofia.

Defina também quantas horas vai se dedicar a cada disciplina. Se você tem afinidade com os conteúdos de Língua Portuguesa e estrangeira, separe menos tempo para essas matérias e mais àquelas que ainda não domina.

Além disso, lembre-se de reservar momentos de pausas e atente às refeições. Se quiser que o seu rendimento seja satisfatório, é necessário ter descansos periódicos para descansar a mente e o corpo. Geralmente, cerca de 30 minutos entre cada disciplina é um bom período para relaxar e recarregar as energias. No entanto, depois de longas horas de estudo, o ideal é tirar um maior tempo, preservando o autocuidado.

Conte com uma rotina fixa para estudar

Definidos os assuntos a serem estudados a cada dia e quantas horas se dedicar a cada um deles, é hora de tornar esse cronograma de estudos uma rotina fixa. Isso significa que toda segunda-feira, por exemplo, será o dia de estudar Redação e Química. Praticamente no mesmo esquema utilizado no Ensino Médio, porém, agora quem decide os horários é você.

Essa prática é importante porque a rotina de estudos se torna habitual e intuitiva. Quando acordamos e precisamos pensar no que deve ser feito ao longo do dia, gastamos muito mais energia. Por isso, ter algumas atividades fixas no cotidiano, pelo menos em relação aos estudos para o vestibular, vai dar disposição e motivação para seguir o planejamento com disciplina.

Por outro lado, seguir uma rotina fixa pode ser difícil para muitas pessoas. Portanto, utilize ferramentas que ajudem a impulsionar sua disciplina no dia a dia, como aplicativos de celular, agendas, planners ou bullet journals, além de quadro de tarefas. Ao visualizar o que precisa fazer e colocar lembretes de horários, é possível aumentar a motivação e cumprir os compromissos feitos consigo mesmo.

Selecione as matérias mais importantes para focar

Como visto, o tempo é algo que nem sempre está ao seu favor. Contudo, é preciso aprender a trabalhar com o que você tem, e isso envolve traçar estratégias para se adaptar mesmo com apenas alguns meses até a data do vestibular.

Sendo assim, é de extrema relevância saber que não dá tempo de aprender todos os conteúdos que o vestibular poderia cobrar e entender a importância de abrir mão de algumas coisas para focar naquilo que realmente importa. Tendo isso em vista, qual é a melhor decisão para aproveitar melhor o seu tempo?

Uma delas é priorizar as disciplinas com maior peso no vestibular. Aliás, esse é um dos pontos fundamentais para se preparar adequadamente para as provas, como:

  • compreender sua estrutura;
  • entender como a nota é composta;
  • saber quais são os temas que caem com mais frequência.

No caso de Medicina, as disciplinas com um maior peso são Biologia, Química, Física e redação. Isso porque todos esses conhecimentos serão de grande utilidade, sobretudo, nas matérias dos primeiros anos do curso, que representam o ciclo básico.

Desse modo, lembra-se da dica de reservar mais tempo às disciplinas que você ainda não tem tanta afinidade? Vale a pena dedicar algumas horas também aos conteúdos de maior relevância para o vestibular, assim como para os temas abordados frequentemente.

Treine sua redação

Como a redação também é outro grande componente da sua nota final, é imprescindível pesquisar bastante sobre a construção do texto na prova e praticar muito a sua escrita. Além disso, é interessante estudar diferentes gêneros textuais, pois alguns vestibulares cobram outros estilos.

No entanto, a estrutua de redação mais frequente nos vestibulares é o da dissertação argumentativa. Esse formato consiste em apresentar uma problemática, criar argumentos plausíveis que defendam o seu ponto de vista sobre o assunto e finalizar apontando possíveis soluções para o problema.

Alguns cuidados que você precisa ter em relação à redação é evitar fugir do tema proposto, seguir o formato textual que solicitaram e trabalhar bem as suas ideias ao longo do texto. Caso contrário, a sua nota pode ser consideravelmente prejudicada.

Além disso, não é possível saber o tema da redação antes da prova. Por isso, uma maneira de se preparar para conseguir articular bem um texto, independentemente do assunto, é ler bastante sobre diversos assuntos. Desse modo, além de treinar a sua escrita de forma contínua, encontre alguns minutos do seu dia para ler notícias, artigos e livros.

Manutenção

Agora não temos dúvidas de como começar a estudar para Medicina. Mas você sabe qual é a melhor maneira de manter a rotina de estudos fixa e produtiva? Essa é uma dúvida muito comum entre a maioria dos vestibulandos.

Tendo tudo muito bem planejado e uma ótima preparação para o vestibular com os conteúdos mais relevantes para passar em Medicina, resta apenas saber como manter toda essa energia e motivação. Veja algumas dicas!

Saiba dizer “não”

O período de vestibular para Medicina é uma fase importante de sua vida. Entretanto, a fim de que todo o processo conduza você aos resultados esperados, é preciso abrir mão de algumas coisas por um tempo.

Sabe aquele convite inesperado para uma festa ou um passeio com os amigos? Se o horário estiver dentro do seu cronograma de estudos, vai ser necessário dizer “não”, tendo por objetivo manter a disciplina.

Uma maneira de tornar essas situações mais fáceis é comunicar a todos os seus amigos sobre os seus planos de estudar para passar em Medicina de primeira e de como os seus horários estão diferentes agora. Assim, é possível dizer quando você tem disponibilidade para sair e se divertir com todos eles, mas também quando precisa focar seriamente nos estudos.

No entanto, atente às suas reservas. É importante manter a vida social ativa, mesmo durante o período pré-vestibular. Passar um tempo com amigos, parceiros e família é fundamental para relaxar e receber o apoio do qual precisa. Por isso, não se prive de momentos em boas companhias, apenas organize a sua rotina de modo que ela abranja tanto os estudos quanto as outras áreas da sua vida.

Mantenha o foco

Focar em algo por muito tempo é uma das tarefas mais árduas da vida. No entanto, isso é necessário para não desanimar no meio do caminho e acabar se distanciando do destino que gostaria de chegar.

Existem diversas estratégias que vão ajudar a manter a motivação, mesmo nos momentos difíceis. Uma delas é bem criativa: em um dia tranquilo, faça uma lista das razões pelas quais gostaria de se tornar um médico. Em seguida, liste os motivos pelos quais deveria desistir.

A cada três motivações positivas, passe um traço por cima de uma negativa. Ao terminar, deixe esse papel em um lugar onde consiga ver diariamente. Dessa maneira, sempre que se desanimar, dê uma olhada nessa lista.

Isso vai fazer com que você encare a realidade como ela é, pois, para todos os objetivos traçados em nossa vida, existem prós e contras. No entanto, se olharmos por outra perspectiva, é possível notar que os aspectos positivos têm muito mais força que os negativos. Essa é uma forma de estimular a disposição para continuar no caminho trilhado.

Busque o equilíbrio

Outra maneira de manter o foco é trazendo o equilíbrio à sua vida. Pense que apesar de ser uma pessoa que está estudando para o vestibular, você também tem outras áreas que precisam de atenção, como a sua saúde física e mental, o compromisso consigo mesmo, com a família e com os amigos, entre vários outros fatores.

Por isso, da mesma maneira que é necessário seguir os seus horários de estudo com disciplina, é imprescindível tirar os momentos de descanso. Durante esse tempo, vale de tudo, menos fazer atividades relacionadas ao vestibular:

  • fazer passeios sozinho;
  • encontrar os amigos;
  • praticar um esporte;
  • jogar um jogo;
  • ouvir músicas;
  • maratonar filmes e séries;
  • ler um livro — de um tema que não tenha a ver com os estudos;
  • jantar com a família;
  • fazer novas receitas;
  • praticar algum hobby.

São várias as opções disponíveis. O ideal é que elas estejam distribuídas por toda a sua rotina. Além disso, não se esqueça de incluir atividades que prezam o seu bem-estar no dia a dia, como:

  • beber, pelo menos, dois litros de água por dia;
  • fazer atividades físicas regularmente;
  • ter uma alimentação equilibrada e nutritiva;
  • dormir bem;
  • buscar atividades que priorizam a saúde mental e aliviam o estresse — meditação, psicoterapia, diário, entre outros.

Outra dica importante é: respeite as suas limitações. Alguns dias, de fato, somos menos produtivos que em outros. Quando faltar energia, abra exceções e tire momentos maiores de descanso. Dessa forma, você pode se recuperar e correr atrás do tempo perdido. O importante é evitar a autocobrança excessiva, porém, não perder o foco do objetivo.

Peça ajuda

Por que fazer tudo por conta própria se é possível pedir ajuda? Estudar é uma tarefa muito difícil e que envolve diversos mecanismos. Por isso, não se sinta mal caso não tenha compreendido algum assunto com facilidade.

Muito pelo contrário, sempre que sentir dúvidas, pergunte a alguém que possa te ajudar com uma matéria. Por exemplo, caso não tenha muita afinidade na área de Exatas, mas conte com um amigo fera em determinado assunto, talvez ela possa explicar o conteúdo de uma maneira mais simples.

Outra dica é procurar professores, grupos ou fóruns para tirar dúvidas na internet. O importante é compartilhar as dificuldades com alguém e permitir que outras pessoas possam ajudar a tornar essa jornada mais fácil.

Além disso, se tiver muita facilidade sobre outros conteúdos, não hesite em oferecer ajuda. Mesmo que possa parecer simples para você, algumas pessoas podem ter dificuldade. Portanto, criar um sistema de contribuição mútua é uma maneira de se engajar nos estudos para o vestibular e manter o ritmo produtivo.

Faça revisões do que foi estudado

Já ouviu falar da curva do esquecimento? Essa teoria criada por Herman Ebbinghaus diz que tudo o que aprendemos é esquecido exponencialmente, caso não tenhamos contato de novo com o conteúdo.

Já percebeu que quando você não visita novamente um assunto, é cada vez mais difícil se lembrar dele? Isso é explicado por essa teoria. Depois de um dia, nosso cérebro só retém cerca de 50% do assunto estudado. Quando se passa um mês, esse número cai para, no máximo, 5%.

Pensando nisso, as revisões de estudo são fundamentais para que o conteúdo aprendido não seja esquecido. O ideal é fazer uma revisão depois de 24 horas, outra após uma semana e mais depois de 30 dias. Em seguida, revise mensalmente os assuntos. A prática é necessária para todas as matérias que estudar.

Figure It Out What GIF by Minnesota State University Moorhead - Find & Share on GIPHY

Com o intuito de facilitar a revisão, depois de estudar um assunto, faça um resumo com as próprias palavras sobre o que aprendeu. Escrever sem copiar de alguém é uma técnica importante para consolidar o seu conhecimento e identificar o que ainda não compreendeu.

Aproveite também ferramentas para estudar, como marca-texto, mapas mentais, flashcards, entre outros materiais que ajudam a destacar informações importantes e permitem uma revisão bastante eficiente. Dessa forma, é possível memorizar conteúdos de maneira prática e se sentir mais confiante no vestibular.

Outro fato interessante é que tudo o que aprendemos é consolidado durante o sono. Por essa razão, dormir bem é fundamental tanto para o seu bem-estar quanto para potencializar os seus estudos.

Pesquisar como começar a estudar para Medicina é o primeiro passo na construção da carreira dos seus sonhos. O importante é trabalhar para não perder o foco dos seus objetivos, nem desistir quando as dificuldades vierem. Afinal, nada do que vale a pena é simples de ser alcançado, mas o esforço certamente será recompensado.

CADASTRE-SE PARA RECEBER INFORMAÇÕES SOBRE NOSSOS CURSOS

Informe o seu nome completo
Informe um número de celular válido
Preencha todos os campos obrigatórios