Enem ou Vestibular: Como escolher a melhor opção?

COMPARTILHAR
Tempo estimado de leitura: 3 minutos

Você pretende fazer Enem ou vestibular? Essas são as duas formas clássicas de ingressar em uma instituição de Ensino Superior. Cada uma oferece vantagens e desvantagens, e por isso é importante considerar as características dessas provas e decidir qual delas é melhor fazer. 

Queremos ajudar você a tomar essa decisão. Para isso, fizemos este post comparando as características do vestibular próprio das instituições de ensino e do Enem. Acompanhe e saiba como escolher! 

O vestibular

O vestibular consiste em uma ou várias provas aplicadas pela instituição de ensino ou por uma banca organizadora de concursos e vestibulares. Essa avaliação é utilizada para selecionar os novos alunos de um curso. 

A prova do vestibular é aceita apenas pela instituição de ensino envolvida em sua elaboração. Dessa maneira, um dos principais pontos negativos desse tipo de processo seletivo é que, se você pretende se candidatar a mais de uma faculdade, será necessário realizar diversas provas. 

A parte positiva, no entanto, é que o número de questões é menor, comparado à estrutura de prova do Enem, assim como o número de participantes. Isso ajuda a ter um melhor desempenho e aumenta as chances de conseguir uma vaga no curso desejado. Além disso, algumas instituições oferecem a possibilidade de fazer vestibular EAD, o que torna mais prática a sua realização. 

A forma como o vestibular é realizado varia de acordo com cada instituição. Por isso, é fundamental ler o edital das provas que você pretende fazer para ficar por dentro dos prazos, da estrutura do exame e dos documentos necessários.

Enem

O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) é uma das provas com o maior número de candidatos do país. Ele é realizado uma vez ao ano, com dois dias de aplicação — geralmente, aos domingos. Ao todo, são 180 questões de conteúdos referentes ao Ensino Médio e uma redação dissertativa-argumentativa. 

A prova do Enem é aceita de diversas maneiras e em vários programas, como: 

  • Vestibular próprio — para substituir ou complementar a nota; 
  • SiSU — para ingressar em universidades públicas;
  • Prouni — para concorrer a bolsas de estudo de 50% ou 100% em instituições de ensino privadas;
  • FIES — para participar do financiamento estudantil promovido pelo Ministério da Educação;
  • Bolsas de estudo. 

Essa variedade de opções de aplicação da pontuação do Enem é uma das maiores vantagens de realizar o exame. No entanto, a nota de corte para programas como o SiSU e o Prouni é mais alta, principalmente para os cursos concorridos. Também é importante saber que a prova é longa, sendo um teste de resistência para muitos candidatos. 

Vale a pena ressaltar que o desempenho no Enem também pode ser utilizado para obter o certificado do Ensino Médio. Para isso, é necessário, no momento da inscrição, manifestar interesse em usar a nota do exame para esse fim, assim como é preciso tirar pelo menos 450 pontos em cada um dos cadernos e 500 na redação. 

Independentemente de você preferir fazer Enem ou vestibular, ou até mesmo os dois exames, é fundamental se preparar para as provas. Montar um plano de estudos para aprender o conteúdo com antecedência é uma estratégia fundamental para ter um bom desempenho em todos os exames. 

CADASTRE-SE PARA RECEBER INFORMAÇÕES SOBRE NOSSOS CURSOS

Informe o seu nome completo
Informe um número de celular válido
Preencha todos os campos obrigatórios