Transição de carreira: existe idade certa para mudar?

COMPARTILHAR
Tempo estimado de leitura: 6 minutos

As possibilidades profissionais se multiplicaram muito nos últimos anos, fazendo com que a transição de carreira se tornasse um processo cada vez mais desejado pelas pessoas. Contudo, é claro que mudar de trabalho é uma decisão que envolve várias preocupações e cuidados.

Os motivos que estão por trás disso são variados, como o desinteresse na área, a insatisfação com o retorno financeiro, a falta de perspectivas, entre tantos outros. Uma questão bastante comum nesse contexto é a idade do profissional. Existe o momento certo para fazer essa mudança?

O que indica a necessidade de troca de carreira?

A vontade de mudar de profissão é muito pessoal e pode estar relacionada a diferentes fatores. Afinal, cada um vive uma realidade e não podemos generalizar todas as situações.

De qualquer forma, a transição de carreira é um fato que reflete muito os tempos atuais. Antigamente, as pessoas tinham um peso muito grande na hora de escolher uma área de atuação, pois isso significava que elas investiriam o resto das suas vidas naquele ofício.

O sonho de muita gente era conseguir um emprego em uma boa empresa e permanecer nela até chegar a fase da aposentadoria, mesmo que não fosse tão feliz durante todo esse tempo.

Hoje, isso é bem mais raro. As pessoas descobrem novos interesses e oportunidades ao longo de suas trajetórias, sem contar que se sentem mais livres para fazer esse tipo de mudança.

Não é errado ou um sinal de fracasso apostar em um novo “negócio”. O que não dá é ficar insatisfeito para sempre. Aliás, a insatisfação é o ponto em comum desse processo, independentemente das causas identificadas pelas pessoas. Confira a seguir as principais delas.

Falta de motivação

Trabalhar praticamente todos os dias por tantos anos é uma atividade que exige muita energia e dedicação. É claro que o desânimo bate em algumas ocasiões, mas a desmotivação constante é um problema que deve ser avaliado. Continuar em uma atividade que não oferece prazer é angustiante para o profissional e também influencia a sua produtividade.

Novos interesses

Como falamos acima, mudar de opinião e descobrir outros interesses é possível. Nem todas as pessoas seguem uma única vocação a vida inteira e apostar em uma nova oportunidade pode ser uma escolha muito bem-sucedida. Isso costuma acontecer com profissionais que estão em um mercado um pouco estagnado e resolvem partir para outra área ou investir em um hobby, por exemplo.

Falta de perspectiva

Muitas vezes, a complicação vem da ausência de melhores perspectivas com a carreira atual. Existem profissões que vão perdendo espaço no mercado, assim como o profissional pode sentir que não tem mais como crescer (ou ganhar mais) no seu local de trabalho. Isso interfere na sua satisfação e faz com que a busca por uma nova carreira seja uma solução.

A idade deve influenciar na mudança de carreira?

Talvez essa não seja uma ideia que passa na cabeça dos mais jovens, mas certamente alguns profissionais com um tempo a mais de “estrada” se questionam se estão muito velhos para fazer uma transição de carreira. Em geral, pessoas com mais de 40 ou 50 anos tendem a ficar inseguras com os riscos de uma mudança tão significativa.

A verdade é que não existe uma idade certa ou errada para mudar de profissão. Os resultados podem ser positivos ou negativos em qualquer idade e esse não deve ser o principal obstáculo para tomar a decisão, principalmente quando existe disposição para fazer dar certo.

Ao mesmo tempo, é importante que essa não seja uma escolha imprudente — o que também vale para todas as fases da vida. O fato de ter mais ou menos tempo no seu futuro profissional não garante segurança para tomar decisões impensadas.

Uma pessoa mais jovem pode ter mais tempo para se reconstruir? Essa é uma hipótese, embora não seja uma certeza ou garantia. O que mais importa é não viver insatisfeito com o seu trabalho e buscar alternativas para se livrar desse descontentamento, desde que faça isso de forma cautelosa.

Para uma decisão acertada

Se o conselho é ir atrás dos nossos sonhos e não ter medo da transição de carreira em qualquer idade, resta saber o que pode ajudar nesse processo, não é mesmo? Por isso, separamos aqui algumas dicas.

Reflita

O primeiro passo é refletir muito a respeito de tudo isso. Avalie o seu perfil profissional e considere os seus interesses, planos, além das possíveis razões da sua insatisfação com a sua atual condição.

A partir do momento que você tiver certeza que não está mais feliz, isso servirá como estímulo para buscar um novo rumo. Porém, evite atitudes impulsivas e gaste um tempo nessa reflexão, lembrando que toda profissão tem seus prós e contras.

Pesquise

Sabendo que a mudança é mesmo a melhor opção, comece a pesquisar outras oportunidades de trabalho que atraiam o seu interesse. Abrir um negócio próprio? Procurar uma vaga em uma área semelhante, mas que renove a sua rotina? Mudar totalmente de campo?

Informe-se sobre as possibilidades que você tem em mente, verifique como anda a empregabilidade do setor e descubra quais são as exigências que essa nova profissão vai demandar, como fazer uma graduação ou desenvolver competências e habilidades que ainda não tem.

Planeje

Montar um plano é fundamental para aumentar as suas chances de sucesso, definindo metas que você poderá cumprir aos poucos até atingir sua realização profissional. Saiba que isso não vai acontecer do dia para a noite e situações bastante desafiadoras podem surgir.

Ter uma reserva financeira é um cuidado importante nesse caminho, até porque o retorno que você espera pode demorar um pouco — além de envolver alguns gastos extras, como para a sua capacitação.

Em alguns casos, é melhor iniciar as primeiras etapas do seu planejamento antes mesmo de sair do emprego e trocar de carreira. Um exemplo disso é começar uma jornada dupla (de trabalho e estudos) até se sentir confortável para mudar de área.

Busque ajuda

Se tudo parecer muito confuso e você não estiver se sentido seguro, procure ajuda para passar por esse momento com maior tranquilidade e não deixar de lado o seu sonho. Existem especialistas em gestão de carreira que prestam excelentes serviços de orientação profissional. O apoio da família e dos amigos também é essencial para dar forças.

Procure o setor de Carreiras que está para ajudar você, seja com a transição de carreira, seja com outras etapas da sua trajetória. Nada melhor do que poder contar com um bom suporte e informação de qualidade, não é mesmo?

CADASTRE-SE PARA RECEBER INFORMAÇÕES SOBRE NOSSOS CURSOS

Informe o seu nome completo
Informe um número de celular válido
Preencha todos os campos obrigatórios